Liberdade de expressão é obsessão de ‘homens brancos’, diz revista Time

Segundo a colunista Charlotte Alter, o objetivo de empresários como Elon Musk é ‘adquirir poder e influência no mundo’
-Publicidade-
Elon Musk, o novo dono do Twitter
Elon Musk, o novo dono do Twitter | Foto: Reprodução/Flickr

Em artigo publicado na última sexta-feira, 29, na revista norte-americana Time, a correspondente nacional Charlotte Alter diz que a liberdade de expressão nas redes sociais é “uma obsessão da maioria dos homens brancos de elite”, cujo objetivo é “adquirir poder e influência no mundo”.

Alter também escreve que a ideia de liberdade de expressão no século 21 significa algo diferente daquilo que foi reivindicado no século 18 pelos Founding Fathers, na época em que a Constituição dos Estados Unidos foi criada.

“O direito de dizer o que você quer sem ser preso não é igual ao direito de transmitir desinformação para milhares de pessoas em uma plataforma cooperativa”, afirmou. “Essa nuance parece ser ignorada por alguns magos tecnológicos, que veem qualquer restrição como o inimigo da inovação.”

-Publicidade-

No início do artigo, a correspondente sugere que Elon Musk deveria ter investido uma cifra considerável de seu dinheiro na resolução de problemas mais urgentes. “Eles dizem que algo vale aquilo que alguém aceitará pagar”, lembrou. “Se isso for verdade, proteger a liberdade de expressão, que Elon Musk citou como uma razão central para comprar o Twitter por US$ 44 bilhões, vale duas vezes mais que resolver o problema dos sem-teto dos Estados Unidos e sete vez mais que o fim da fome no mundo.”

E continuou: “Vale mais (para ele, pelo menos) que educar todas as crianças em quase 50 países. É mais que o PIB da Sérvia, da Jordânia ou do Paraguai”.

Alter indaga por que alguém como Musk se importaria com a liberdade de expressão e diz que esse tema se tornou uma “preocupação primordial do universo tecnomoral”. “Por que um cara que ultrapassou os limites da fabricação de veículos elétricos e sondou os limites dos voos espaciais se importaria com o que as pessoas podem falar no Twitter?”

Para responder à pergunta, a correspondente cita uma declaração de Fred Turner, professor de Comunicação da Universidade Stanford. “Parece ser uma obsessão dominante da maioria da elite”, observou. “O discurso livre parece ser muito mais uma obsessão entre homens.”

Leia mais: “O voo da liberdade”, reportagem de Cristyan Costa e Dagomir Marquezi publicada na Edição 110 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

26 comentários Ver comentários

  1. Conversinha de uma progressista woke fracassada, que ficou putinha da vida com a aquisção. Vá lavar uma tanque de roupa, vadiazinha.

  2. Uma opinião racista e que segrega, nada de novo sob o sol. Esses jornalistas estão cada vez mais desonestos e tendenciosos, tudo é sobre, lacrar, manter o emprego e ganhar uma promoção.

  3. Quem viver verá!
    Tempos sombrios esses em que, se começa a defender a censura abertamente em meios de comunicações de larga escala, e para mais, fazer marketing para empurrar goela abaixo esse novo conceito de “liberdade de expressão”.

    Quando falam em limites subjetivos, “não há liberdade para espalhar mentiras” estão dizendo que deverá ter um juiz que julgue o quê é verdade e o quê é mentira!

    Quem será esse ungido?

    Não se enganem, esse mundo jaz no maligno, o que nega a verdade e afirma como verdade a mentira, esses “árbitros da verdade” que surgem, certamente estão abrindo alas para a Besta, como diz a palavra;

    “Agora ouvis que vem o anticristo, mas muitos já se fazem de anticristos, quem é anticristo se não aquele que nega a verdade?”

    Esses pequenos anticristos, preparam terreno para O anticristo, isto é, a Besta.

    Quem viver verá.

  4. Essa galera é completamente desconexa com valores e principíos, logo logo vão dizer que liberdade de expressão é uma aspiração fascista

  5. É por essa e por muitas OUTRAS que torço pela Russia e China…
    DEMITEM WOKE JÁ!!

    CHEGA DE FRANÇA INGLATERRA ALEMANHA E O PIOR DE TODOS…eua/usa

  6. Enquanto a “verdade” era divulgada apenas pelas “Times, NYT, Globos” da vida, a liberdade de expressão era sagrada. Hoje, estão esperneando porque perderam a exclusividade da “verdade”. A imprensa tradicional morreu e se tornou um consórcio de walking dead.

    1. Na realidade é o medo dela de não continuar distorcendo os fatos e a história de acordo com sua ideologia. Hoje as pessoas se libertaram. A esquerda sempre foi o câncer da humanidade.

  7. O motivo da penetração do discurso da esquerda está no fato de apoiar-se em ideias com alto conteúdo emocional e difíceis de refutar, pelo menos para a quase totalidade da população pensante.
    Diz o artigo que Musk poderia usar seu dinheiro para comprar comida e mandá-la entregar para cada pessoa faminta no mundo, levantando a hipótese absurda de que isto resolveria o “problema da fome” (mas não suas causas). Isto soa muito bem num discurso político de esquerda, mas não tem nenhuma consistência prática. Mas quem se importa com a realidade? ´
    É próprio da esquerda esta esquizofrenia de ver o mundo através de um caleidoscópio lisérgico que, imaginam, pode se tornar real, se todos embarcarem na mesma viagem.

    1. Parabéns pelo comentário. Assino embaixo. Lamento a matéria não ter trazido um contraponto a altura. Por um momento, pensei que estivesse lendo uma revista com viés esquerdista.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.