Luxemburgo pode se tornar o primeiro país europeu a liberar a maconha

Maiores de 18 anos poderão cultivar e usar para consumo próprio
-Publicidade-
Foto: Reprodução/Unsplash
Foto: Reprodução/Unsplash

Depois de experiências parciais realizadas por países como Holanda, Espanha e Portugal, Luxemburgo pode ser o primeiro país da Europa a liberar o cultivo e o consumo de cannabis. A produção de sementes para uso comercial está nos planos do governo. O comércio e o transporte continuarão proibidos.

Leia mais: Anvisa simplifica importação de produtos derivados da maconha para tratamentos de saúde

“Nós queremos começar a permitir às pessoas cultivar em casa”, declarou a ministra da Justiça, Sam Tamson, ao jornal Guardian. “A ideia é que o consumidor não esteja numa situação ilegal se consumir cannabis. (…) Nós queremos fazer tudo o que for possível para permanecer cada vez mais longe do mercado negro ilegal.”

-Publicidade-
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.