-Publicidade-

Macron anuncia 2° ‘lockdown’ na França

Medida é para "conter o avanço do coronavírus"
O presidente da França, Emmanuel Macron, em evento oficial | Foto: Divulgação/Flickr
O presidente da França, Emmanuel Macron, em evento oficial | Foto: Divulgação/Flickr

Medida é para “conter o avanço do coronavírus”

macron
O presidente da França, Emmanuel Macron, em evento oficial | Foto: Divulgação/Flickr

O presidente da França, Emmanuel Macron, anunciou que o país entrará em um segundo lockdown por causa do “aumento de casos” do vírus chinês. Conforme o chefe do Executivo, as medidas atuais não foram suficientes para conter o avanço da covid-19. A partir de amanhã, os cidadãos franceses só poderão sair de casa para atividades profissionais essenciais. Além disso, as viagens regionais dentro da França ficarão proibidas. A medida terminará no fim de novembro. Apesar do novo isolamento, o governo decidiu manter abertas escolas e indústrias, enquanto atividades “não essenciais” terão que ser suspensas. Nelas, está incluído o fechamento de bares e restaurantes. “Se não tomarmos medidas drásticas, os médicos terão que escolher entre pacientes”, afirmou Macron, na quarta-feira 28. “O vírus está ganhando força”, concluiu.

Leia também: “O erro do lockdown, reportagem publicada na edição n° 14 da Revista Oeste

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

5 comentários

  1. Isso mesmo Macron! Leve o seu país à bancarrota, que irá beneficiar um grande número de outros países. Dê logo um lockdown de 60 dias, só para começar.

  2. A França derrete nas mãos da esquerda. Este é o resultado de flertarmos com o modelo socialista, a coisa mais criminosa q o ser humano inventou. Pobre França. Os franceses precisam reagir com uma nova Joana d’Arc ou este lindo país como o conhecemos deixará de existir.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês