Maduro culpa os Estados Unidos pelos protestos em Cuba

Segundo o ditador venezuelano, o suposto embargo econômico imposto pelos ianques à ilha caribenha prejudica o povo cubano
-Publicidade-
Nicolás Maduro criticou os Estados Unidos — mais uma vez
Nicolás Maduro criticou os Estados Unidos — mais uma vez | Foto: Reprodução/Fotos Públicas

O ditador da Venezuela, Nicolás Maduro, culpou os Estados Unidos pelos protestos realizados no último domingo, 11, em Cuba. Segundo o chavista, a manifestação de milhares de cubanos ocorre devido à “asfixia econômica” imposta pelos ianques à ilha caribenha.

“Se os EUA e a oposição extremista querem realmente ajudar o povo cubano, levantem imediatamente todas as sanções e o bloqueio contra Cuba”, asseverou Maduro. “Daqui, da mesa de negociações, do palácio presidencial, como disse ao presidente Miguel Díaz-Canel, ofereço todo o apoio da República Bolivariana da Venezuela ao povo de Cuba.”

Protestos

-Publicidade-

No domingo, milhares de cubanos promoveram protestos contra a crise econômica no país. Os manifestantes pediam, sobretudo, o fim do domínio comunista sobre a ilha.

Leia também: “Em 1959, Fidel Castro prometia eleições livres aos cubanos em 18 meses”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site