Maior museu de Moscou reabre as portas

O Museu Pushkin, o segundo maior museu da Rússia dedicado a arte europeia, somente depois do Hermitage, reabriu as portas nesta sexta-feira
-Publicidade-
A sede do Museu Pushkin, em Moscou | Foto: ArinaModernArt/Wikimedia
A sede do Museu Pushkin, em Moscou | Foto: ArinaModernArt/Wikimedia | Museu Moscou

O Pushkin é o segundo maior da Rússia e o maior de Moscou; museu estava fechado havia quatro meses em razão da pandemia

Museu Moscou
A sede do Museu Pushkin, em Moscou | Foto: ArinaModernArt/Wikimedia

O Museu Pushkin, o segundo maior da Rússia dedicado à arte europeia, atrás somente do Hermitage, localizado em São Petersburgo, reabriu as portas nesta sexta-feira. O museu estava fechado fazia mais de quatro meses devido à pandemia do coronavírus.

-Publicidade-

Veja também: “Rússia inicia testes com duas vacinas contra a covid-19”

Para comemorar a reabertura, o Pushkin lançou uma exposição chamada De Dürer a Matisse, informa a agência de notícias EFE. Essa exposição visa a exibir ao público cinco séculos de arte europeia.

“Foi um período muito difícil para nós”, admitiu a diretora do museu, Marina Loshak. Ela também afirmou que “a vida virtual nunca pode substituir a real, o contato direto com o público”.

Mais: “Mais de 500 museus para visitar de casa durante o confinamento”

 

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.