Manifestação na Argentina quer aumento de salários e novos programas sociais

Ajuntamento de esquerda mobiliza protestos
-Publicidade-
Manifestação da esquerda no centro de Buenos Aires - 28/07/2022 | Foto: Reprodução/Twitter
Manifestação da esquerda no centro de Buenos Aires - 28/07/2022 | Foto: Reprodução/Twitter

A Unidade Piquetera, ajuntamento que reúne cerca de 30 movimentos de esquerda, fez uma manifestação na capital da Argentina, Buenos Aires, nesta quinta-feira, 28, por mais programas sociais e renda mínima. Os manifestantes estiveram nos ministérios do Trabalho e Economia e na sede do Executivo.

Os esquerdistas pretendem se reunir com a ministra da Economia, Silvina Batakis. Caso consigam, vão pedir um “bônus” de 20 mil pesos argentinos (cerca de R$ 800) para os aposentados. Silvina voltou ao país hoje, após se encontrar com representantes do Fundo Monetário Internacional (FMI).

Além desse benefício, os manifestantes exigem a “universalização de programas sociais, trabalho genuíno e sob convênio baseado em plano de obras públicas”, além de um salário mínimo superior a 100 mil pesos (quase R$ 4 mil).

-Publicidade-

Sob o governo dos peronistas Alberto Fernández e Cristina Kirchner, a Argentina enfrenta uma inflação de quase 65% ao ano. O país tem ainda de cumprir o acordo com o FMI, para o pagamento de uma dívida de quase US$ 44 bilhões. Com o programa de congelamento dos preços do governo federal, os produtos sumiram das prateleiras dos supermercados e a vida se tornou difícil.


Leia também: “Peronismo à brasileira”, reportagem de Silvio Navarro publicada na Edição 121 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

23 comentários Ver comentários

  1. Prezados hermanos Argentinos,

    Vocês pedem aumento de salários ou programas sociais, as duas coisas não podem coexistir.

    Aumento de salários tem relação direta com a melhora na economia, pleno emprego e MENOR caraga tributária, modelo capitalista aplicado com sucesso nos EUA pelo republicanos (direita).

    Programas sociais tem CUSTO, e são pagos com o aumento da carga tributária, o que leva a menos contratações e maior desemprego, sendo o esquema atual empregado no seu país pela esquerda que VOCÊS elegeram.

    As duas coisas não coexistem.

    1. Fogo amigo aos comandantes da própria esquerda da Argentina. A propósito, Argentina poderia eliminar todos os empregos privados no país e Estado contratar e sustentar todo seu povo. Quanto maior o Estado, mais miserável o povo. E estas nulidades da esquerda ainda acreditam nessa estratégia. Tudo aos amigos do Rei.

  2. Essa esquerda é tão maligna que conduz a população desesperada a mais gastos do governo em um país já falido por eles, levando a nação ao caos que eles desejam – aí erguem suas ditaduras e massacram o povo, que a esta altura já não pode fazer mais nada, a não ser rumar para a tragédia de Cuba e Venezuela, que já foram na frente. Tristeza. Tristeza.

  3. É sério que os JUMENTOS ESQUERDISTAS querem que se imprima mais dinheiro? Inacreditável o nível de imbecilidade de esquerdistas. Falta pouco para contarem cédulas de Pesos por Kg, como fazem na Venezuela.

  4. Pedem aumento de salário e mais programas sociais num país com um inflação galopante. Essas reivindicações só irão alimentar mais ainda a inflação. Como pode existir tanta gente estúpida assim reunida?
    …“universalização de programas sociais, trabalho genuíno e sob convênio baseado em plano de obras públicas”
    – Isso daí é nada mais, nada menos que as famosas “frentes de trabalho” que de trabalho nada tem, é só embromação para tirar mais dinheiro que não existe desse governo incompetente. Resultado disso: também aumento da inflação.

  5. O socialismo só é bom enquanto dura o dinheiro dos outros, lá na Argenzuela começaram implantar sem dinheiro, já começou na M…, o Brasil que abra os olhos para não repetir este desastre, colocando o carniça 171 de volta a cena do crime.

  6. Primeiro “cag…ram” para o voto e colocaram lá os piores bandidos do país (do time do nove dedos aqui) e agora querem que imprimam dinheiro para gerar melhorias fake… São loucos. Esse pessoal que se denomina progressista não cai na real de que só tem progresso com economia aberta, produtividade e muito trabalho… querem a utopia marxista de viver bem sem fazer nada.

  7. Lá como cá comunistas são semelhantes, os caras não fazem protesto por trabalho, mas, pelas migalhas, são os lambaris comendo as sobras do senhorio. Infelizes.

  8. Informação posterior deu conta q a polícia dispersou a multidão de esquerdistas jogando sobre estes carteiras de trabalho e formulários para preenchimento de currículos….ninguém saiu machucado durante a operação e todos estão novamente em casa pensando na próxima manifestação.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.