Manifestante em Hong Kong pode ser condenado à prisão perpétua

Seu crime foi atirar a moto contra policiais em protesto
-Publicidade-
Hong Kong: mais protestos contra Pequim | Foto: Reprodução/NHK
Hong Kong: mais protestos contra Pequim | Foto: Reprodução/NHK

Tong Ying-kit, de 24 anos, estava numa manifestação por liberdade em Hong Kong no dia 1º de julho. Pegou uma das faixas de protesto, onde estava escrito “Liberte Hong Kong, Revolução do Nosso Tempo”, e encontrou policiais que tentaram interromper sua trajetória. Tong não parou a moto e feriu os três.

“Editor de jornal pró-democracia é preso pela polícia de Hong Kong” 

Como primeiro réu a ser julgado pela nova Lei de Segurança Nacional imposta pelo Partido Comunista Chinês, Tong Ying-kit está sendo acusado de “terrorismo” e pode ser condenado à prisão perpétua. Ele não tem direito à fiança ou júri e será julgado por três juízes indicados pela executiva-chefe da cidade, Carrie Lam.

-Publicidade-

“Autores de livro infantil são presos em Hong Kong” 

Segundo reportagem do New York Times, mais de 60 outros manifestantes estão esperando julgamento nos mesmos moldes. Segundo Yamini Mishra, diretora da Anistia Internacional para Ásia e Pacífico, “parece que este é o princípio do fim para a liberdade de expressão em Hong Kong”.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro