Revista Oeste - Eleições 2022

Marido da presidente da Câmara dos EUA é preso

Paul Pelosi estava dirigindo embriagado
-Publicidade-
A então líder da minoria na Câmara dos Representantes dos EUA, Nancy Pelosi, durante uma entrevista coletiva, após tentar obstruir um projeto do governo Trump na Casa - 07/02/2018 | Foto: Julio Obscura/Câmara dos Representantes dos EUA
A então líder da minoria na Câmara dos Representantes dos EUA, Nancy Pelosi, durante uma entrevista coletiva, após tentar obstruir um projeto do governo Trump na Casa - 07/02/2018 | Foto: Julio Obscura/Câmara dos Representantes dos EUA

Paul Pelosi, marido da presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, Nancy Pelosi, foi preso por dirigir embriagado, depois de se envolver em um acidente na noite do sábado 28. Paul saiu da cadeia no dia seguinte.

O acidente ocorreu no Condado de Napa, na Califórnia, segundo a Patrulha Rodoviária do Estado. A informação foi revelada pelo site TMZ e confirmada pela agência de notícias Reuters em registros públicos da polícia da Califórnia.

Segundo a polícia, o marido da presidente da Câmara dos Representantes estava tentando cruzar uma rodovia quando seu veículo foi atingido por outro que estava sendo dirigido por um homem de 48 anos, que não foi preso.

-Publicidade-

A lei da Califórnia proíbe os motoristas de conduzirem um veículo com nível de álcool acima de 0,08 grama por decilitro de sangue. Após ser detido, Paul pagou fiança de US$ 5 mil (R$ 23 mil). A presidente da Câmara não se pronunciou.

Nancy Pelosi

Pelosi se tornou mais conhecida depois de se tornar arquirrival do então presidente dos EUA, Donald Trump. Entre outras investidas, a presidente da Câmara conseguiu aprovar um processo de impeachment contra o republicano, rejeitado posteriormente pelo Senado de maioria conservadora.

Leia também: “A ‘Nova Ordem Mundial’ de Biden”, artigo de Frank Furedi publicado na Edição 109 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

11 comentários Ver comentários

    1. Não é bem assim. Lá também tem o “sabe com quem está falando?” e os que tem dinheiro e “autoridade” são mais “iguais” do que o resto da população. Conheço muito bem os USA, conheço muitos americanos (alguns dos meus melhores amigos) e eles falam sobre isso da mesma forma que nós. Certamente, esses “jeitinhos” ocorrem em menor grau lá do que aqui (talvez até porque a média dos americanos segue mais as leis do que a média dos brasileiros) mas estão presentes também na vida dos americanos (sugiro que assista o documentário sobre a Marilyn Monroe no Netflix).

  1. Pouco importa ao Brasil de bem que trabalha e paga pesados impostos a conduta do camarada irrelevante figura aos brasileiros, nao e mesmo?
    Sua esposa NP figura tragica da esquerdalha americana tampouco e nada interessa ao povo brasileiro ocupado com pautas relevantes a nossa nacao ..
    A justica americana faca que a lei determina no caso ridiculo de bebedeira do gringo e fim de papo com esta noticia irrelevante

  2. Ora, o sr. Pelosi tinha saído de uma reunião para estabelecer a paz entre Rússia e Ucrânia, conforme ensinou o ex-presidiário brasileiro. É só pedir desculpas e pronto!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.