McDonald’s vai reabrir restaurantes na Ucrânia

A decisão foi tomada aproximadamente seis meses depois da invasão russa
-Publicidade-
O McDonald's voltará a operar na Ucrânia
O McDonald's voltará a operar na Ucrânia | Foto: Reprodução/Redes sociais

O McDonald’s reabrirá parte de seus restaurantes na Ucrânia, aproximadamente seis meses depois da invasão russa. O gigante do setor alimentício havia encerrado suas atividades no país em razão da escalada do conflito no Leste Europeu.

“Decidimos instituir um plano para reativar alguns restaurantes em Kiev e em outras regiões, onde os negócios foram reabertos com segurança”, disse Paul Pomroy, vice-presidente corporativo sênior do McDonald’s para mercados internacionais, em mensagem aos funcionários.

O ministro das Relações Exteriores da Ucrânia, Dmytro Kuleba, elogiou a postura do McDonald’s e explicou que a medida é resultado de longas negociações. “Não se trata apenas dos Big Macs que tantos ucranianos estão perdendo”, escreveu o chanceler, no Facebook. “O retorno de uma grande empresa americana é um sinal para as empresas estrangeiras de que é possível trabalhar na Ucrânia, independentemente da guerra.”

-Publicidade-

A capital, Kiev, voltou ao normal meses depois da invasão. O principal foco de conflito está ocorrendo na região de Donbass, no leste ucraniano. A única capital regional que Moscou capturou foi Kherson, localizada no sul do país.

Efeitos do conflito

Depois que a Rússia invadiu a Ucrânia, as multinacionais lançaram planos para fechar seus escritórios e fábricas em Kiev. Como mostra reportagem publicada pelo The Wall Street Journal, o McDonald’s fechou seus escritórios corporativos e restaurantes. Mais de 10 mil pessoas trabalham para o gigante do setor alimentício na Ucrânia, e a empresa informou que continuou a pagar todos os funcionários — mesmo com as operações suspensas.

Leia mais: “A Ucrânia resiste”, reportagem de Edilson Salgueiro publicada na Edição 102 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.