Mísseis caem perto do consulado dos EUA em Erbil, no Iraque

'Nenhum dos mísseis atingiu o novo consulado dos EUA, que ainda está em construção', disse uma autoridade local
-Publicidade-
Primeiro-ministro da região do Curdistão do Iraque Masrour Barzani | Foto: Reprodução/Redes Sociais
Primeiro-ministro da região do Curdistão do Iraque Masrour Barzani | Foto: Reprodução/Redes Sociais

Doze mísseis balísticos foram disparados de fora do Iraque contra a região onde fica o consulado dos Estados Unidos na cidade de Erbil, disseram as forças de segurança do Curdistão iraquiano em comunicado.

Segundo as autoridades locais, o ataque danificou prédios e casas e uma pessoa ficou “levemente ferida”. Horas depois, o Irã assumiu a responsabilidade pela ação, segundo registrou o canal ABC News.

-Publicidade-

Relatórios iniciais afirmavam que os mísseis poderiam ter atingido o prédio do consulado, mas Lawk Ghafuri, porta-voz do governo Regional do Curdistão, disse neste domingo, 13, que apenas áreas ao redor foram afetadas.

“Nenhum dos mísseis atingiu o novo consulado dos EUA, que ainda está em construção em Erbil”, disse Ghafuri em um comunicado no Twitter.

Um porta-voz do Departamento de Estado dos Estados Unidos confirmou à CNN Internacional que não houve danos ou vítimas em nenhuma instalação do governo norte-americano.

O incidente está sendo investigado pelo governo do Iraque e pelo governo regional curdo. O porta-voz dos EUA acrescentou: “Condenamos este ataque ultrajante e demonstração de violência”.

Masrour Barzani, primeiro-ministro da região do Curdistão do Iraque, disse no Twitter neste domingo: “Erbil permanecerá forte contra ataques covardes. Condeno veementemente o ataque terrorista”.

Irã

No passado, a cidade de Erbil esteve na mira das tensões entre o Irã e os Estados Unidos. Em janeiro de 2020, uma base militar que abrigava forças norte-americanas na cidade foi atacada com mísseis iranianos, em retaliação ao assassinato do comandante iraniano Qasem Soleimani. Nenhum funcionário dos EUA foi morto na ocasião.

Um ataque de foguete contra Erbil, em fevereiro de 2021, foi reivindicado por uma milícia apoiada pelo Irã. Um empreiteiro civil morreu e um membro do serviço norte-americano e vários empreiteiros dos EUA ficaram feridos.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.