Moderna solicita autorização de vacina para crianças na Europa

O imunizante de duas doses, com aplicação no intervalo de quatro semanas, foi adaptado para o público dos 6 aos 11 anos
-Publicidade-
A Moderna informou que os resultados nos testes clínicos para crianças geraram uma forte resposta imune
A Moderna informou que os resultados nos testes clínicos para crianças geraram uma forte resposta imune | Foto: Mike Segar/Reuters

A farmacêutica Moderna apresentou pedido de autorização de sua vacina contra a covid-19 para crianças entre 6 e 11 anos à Agência Europeia de Medicamentos (EMA). O anúncio foi feito nesta terça-feira, 9, pela empresa americana.

O imunizante de duas doses, administradas com quatro semanas de diferença, foi adaptado para 50 microgramas para as crianças, em vez dos 100 microgramas usados nos adultos.

No final de outubro, a Moderna anunciou resultados positivos nos testes clínicos para o público dessa faixa etária, nos quais a vacina gerou “uma forte resposta imune”, com níveis “robustos” de anticorpos, informou.

-Publicidade-

Neste momento, a vacina da Moderna está autorizada para maiores de 12 anos pelo órgão regular europeu.

A EMA também está avaliando os dados da Pfizer, que solicitou a aprovação da vacina para crianças de 5 a 11 anos. Essa primeira revisão poderá ser concluída em dezembro, conforme foi comunicado na semana passada.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.