Olimpíada de Tóquio não insistirá em espectadores “a qualquer preço”

Faltam 21 dias para o início do evento
-Publicidade-
Olimpíada de Tóquio: incerteza com relação à presença de espectadores nos locais de competição
Olimpíada de Tóquio: incerteza com relação à presença de espectadores nos locais de competição | Foto: Divulgação/Flickr

Em meio a preocupações com uma nova onda de infecções por covid-19, Seiko Hashimoto, presidente do comitê organizador da Olimpíada de Tóquio, afirmou, nesta sexta-feira, 2, que os organizadores não insistirão em permitir a presença de espectadores “a qualquer preço” nos Jogos Olímpicos.

“Não é que queiramos organizar a Olimpíada com espectadores a qualquer preço”, disse ela, em coletiva de imprensa.

Hashimoto afirmou que os organizadores querem continuar com os preparativos para garantir que o evento aconteça de “forma segura e protegida”, restaurando a confiança do público, que tem sido contrário à realização do evento, mostram as pesquisas.

-Publicidade-

Leia também: “Tóquio retira parte do revezamento da Tocha Olímpica de vias públicas”

Ontem, quinta-feira 1º de julho, o primeiro-ministro do Japão, Yoshihide Suga, disse que não ter espectadores continua sendo uma “possibilidade”. Nesta sexta-feira, a governadora de Tóquio, Yuriko Koike, anunciou que barrar espectadores será uma opção caso a pandemia piore.

A decisão sobre a presença dos espectadores deve ser tomada na semana que vem, em discussões que incluirão a governadora de Tóquio e o chefe do Comitê Olímpico Internacional (COI). Ontem, Sebastian Coe, presidente da World Athletics e membro do COI, disse ao canal norte-americano CNBC que não há grande risco de saúde e que os Jogos “irão adiante, e deveriam ir adiante”, diz uma reportagem do site da emissora.

Como reportou Oeste, o número de espectadores domésticos foi limitado a 10 mil por local de competição, ou 50% da capacidade, apesar de especialistas médicos afirmarem que a ausência de espectadores seria a opção “menos arriscada”. Espectadores estrangeiros estão proibidos.

Leia também: “Olimpíada: primeiro-ministro do Japão cogita proibir presença de público nas competições”

Com informações da Agência Brasil

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site