ONU: Ucrânia tem milhares de mortos a mais que número oficial

Missão de Monitoramento de Direitos Humanos diz que informação sobre 3.381 vítimas é imprecisa
-Publicidade-
ONU tem dificuldade de acessar Mariupol, onde ocorrem as batalhas mais pesadas da guerra
ONU tem dificuldade de acessar Mariupol, onde ocorrem as batalhas mais pesadas da guerra | Foto: Reprodução/Twitter

A Organização das Nações Unidas (ONU) informou nesta terça-feira, 10, que a invasão russa na Ucrânia deixou milhares de mortos a mais do que o número oficial, depois de 11 semanas de conflito. Segundo a Missão de Monitoramento de Direitos Humanos da entidade, as baixas ucranianas estão bem acima do patamar de 3.381 vítimas.

“Estamos trabalhando em estimativas, mas tudo o que posso dizer por enquanto é que são milhares a mais do que os números que demos anteriormente a vocês”, disse Matilda Bogner, chefe da Missão de Monitoramento de Direitos Humanos, em entrevista coletiva.

Segundo a frente de direitos humanos da ONU, o ‘buraco negro’ do monitoramento de mortes e feridos é a região de Mariupol. As forças internacionais têm tido dificuldade de acessar a cidade portuária no sudeste da Ucrânia, local que viu os combates mais pesados ​​da guerra até o momento.

-Publicidade-

Segundo a ONU, a maioria das mortes se deu pelo uso de armas explosivas com uma ampla área de impacto, como mísseis e ataques aéreos.

Na entrevista desta terça-feira, Matilda Bogner disse que a ONU também vem investigando alegações a respeito de tortura e maus-tratos por parte de forças ucranianas contra soldados russos.

“Em termos da extensão das violações pelas forças ucranianas, embora a escala seja significativamente maior do lado das alegações contra as forças russas, também estamos documentando violações das forças ucranianas”, declarou a representante das Nações Unidas.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.