Oswaldo Eustáquio denuncia STF por abuso de autoridade

O jornalista protocolou as acusações na Corte Interamericana dos Direitos Humanos, com sede na Costa Rica
-Publicidade-
O jornalista Oswaldo Eustáquio | Foto: Reprodução/YouTube
O jornalista Oswaldo Eustáquio | Foto: Reprodução/YouTube

Nesta segunda-feira 16, o jornalista Oswaldo Eustáquio protocolou uma série de denúncias contra o Supremo Tribunal Federal (STF) do Brasil na Corte Interamericana dos Direitos Humanos (CIDH), com sede na Costa Rica.

Leia também: “Oswaldo Eustáquio denuncia caso Daniel Silveira à Corte Interamericana”

“À Corte internacional, eu mostro provas incontestáveis que fiquei preso por 381 dias”, disse o jornalista a Oeste. “Foram três prisões. Na terceira prisão, fui espancado e torturado, e hoje estou sobre uma cadeira de rodas porque houve um abuso de poder. Esse abuso de poder fica confirmado quando a Procuradoria-Geral da República manda arquivar o inquérito 4.828 [dos atos antidemocráticos], único do qual eu fazia parte. Ou seja: hoje eu sou um homem totalmente inocente que ficou um ano na prisão e saí sobre uma cadeira de rodas. Então, sou a prova viva do abuso de autoridade da Suprema Corte brasileira.”

-Publicidade-

Eustáquio fez as denúncias à CIDH e à imprensa local. De acordo com sua fala, a prisão dele, bem como a do deputado Daniel Silveira e a de Roberto Jefferson, presidente do PTB, demonstram que alguns membros do STF representam um perigo à democracia brasileira.

Em medida cautelar dirigida ao órgão internacional, o jornalista solicitou o indiciamento do ministro Alexandre de Moraes. Ele ainda requer que o Estado brasileiro o receba no Programa de Proteção aos Defensores dos Direitos Humanos em razão de ameaças de morte que vem recebendo.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

8 comentários

  1. Depois de mãe da CPI já temos outra fofoqueira no STF. A Carmen Lúcia acha normal jornalistas escreverem que desejam a morte do presidente e que alguém deveria tomar uma “providência”. Se isto não é crime e antidemocrático com incentivo a violência, não sei mais o que seria. O Bolsonaro deveria processar os jornalistas e pedir a opinião da Carmen Lúcia sobre a diferença entre criticar urnas eletrônicas e ameaçar de morte por escrito num jornal de grande circulação.

  2. A carmen lucia disse que o cala boca já morreu. Só se for para os mimizentos do stf.
    o xandi disse que quem não quer ser candidato que não seja político. Ele e barroso são os que mais estão fazendo politicagens absurdas. Verdadeiras inconstitucionalidades.
    A maior quantidade de fake News é o barroso, xandi, cvi que estão fazendo.

  3. Corretíssimo! Eu acredito que roupa suja se lava em casa, mas nesses casos que envovlem o STF, não há a quem recorrer. Não existe possibilidade de justiça para esses casos aqui no Brasil. Em particular, o caso do jornalista é gritante.

  4. Parabéns Eustáquio pela sua coragem e determinação.Eu nunca entendi o porquê você preso e com andar da carruagem ficou claro que o motivo por ser apoiador de Bolsonaro… Espero sinceramente que sua dor seja reparado…se é que isso é possível…nunca imaginei viver pra ver tanta injustiça por quem deveria puni lá. Que Deus te abençoe e te proteja. Desistir jamais

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro