-Publicidade-

Pacote de estímulos nos EUA pode ficar para depois das eleições

Casa Branca afirmou que o acordo deve estar aprovado "nas próximas semanas"

Casa Branca afirmou que o acordo deve estar aprovado “nas próximas semanas”

Casa Branca
Jardins da Casa Branca | Foto: Andrea Hanks/Casa Branca

A exatamente uma semana das eleições nos Estados Unidos, a secretária de Imprensa da Casa Branca disse ser difícil a aprovação de um pacote de estímulos fiscais antes do pleito.

Segundo a porta-voz da Casa Branca, Kayleigh McEnany, o principal entrave é a presidente da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi, adversária de Donald Trump.

Leia mais: “Deputada defende candidatura avulsa: ‘É democrática’”

“As chances são pequenas quando há alguém como Nancy Pelosi como presidente da Câmara, quando se observa a proposta que eles apresentaram e que ainda permanece”, disse a porta-voz em entrevista ao canal Fox Business Network.

Mais cedo, também nesta terça-feira, 27, a Casa Branca afirmara que o acordo deve estar aprovado “nas próximas semanas”.

Os dois lados divergem sobre a necessidade de mais financiamento de estímulo federal para lidar com a pandemia em curso desde que a Câmara, liderada pelos democratas, aprovou seu último plano, em maio.

Trump e Pelosi culpam um ao outro pela falta de acordo final.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês