Países alinhados à Rússia vão sentir os impactos das sanções

Segundo o assessor dos EUA para a América Latina, Juan González, Cuba, Venezuela e Nicarágua serão ainda mais afetados
-Publicidade-
O ditador da Venezuela, Nicolás Maduro, e o presidente da Rússia, Vladimir Putin, conversaram por telefone na terça-feira 1º
O ditador da Venezuela, Nicolás Maduro, e o presidente da Rússia, Vladimir Putin, conversaram por telefone na terça-feira 1º | Foto: Reprodução/Twitter

As sanções impostas à Rússia vão causar um efeito dominó e os países alinhados ao Kremlin serão ainda mais impactados. Segundo o assessor especial do presidente Joe Biden para a América Latina, Juan González, os governos da Venezuela, Cuba e Nicarágua “sentirão o aperto” das consequências.

Em declaração aos jornalistas nos Estados Unidos na sexta-feira 25, González destacou que as medidas “são tão robustas que terão impacto nos governos que têm vínculos econômicos com a Rússia. E isso é intencional”.

“A Venezuela começará a sentir essa pressão, a Nicarágua sentirá essa pressão, como Cuba”, acrescentou.

-Publicidade-

Ele também revelou que os governos ligados a operações de lavagem de dinheiro e que operam fora do sistema financeiro internacional serão afetados, especialmente pelas medidas que impactam os bancos russos.

A União Europeia, o Reino Unido, o Canadá e os EUA anunciaram sanções contra o sistema empresarial e financeiro russo, bem como contra Vladimir Putin e Sergey Lavrov, ministro das Relações Exteriores de Moscou.

Apenas Havana, Caracas e Manágua, na América Latina, aprovaram a invasão contra a Ucrânia.

Na semana passada, Vyacheslav Volodin, presidente da Câmara Baixa do Parlamento russo, visitou os três “aliados estratégicos” do Kremlin.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

5 comentários Ver comentários

  1. Não adianta nada. A única coisa que resolve é uma intervenção armada nesses países com a destituição imediata dos seus ditadores. Os EUA deveriam ter feito isso lá atrás, agora é tarde.

  2. Os países que se alinham à política de Putin são comunistas e devem, sim obter retaliações. A guerra interessa a quem? à sede de poder, mesmo que seja à custa de vidas, e não importa quais sejam, idosos, mulheres, crianças, soldados.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.