Petróleo: EUA confirmam ida de delegação à Venezuela

Desde 2019, os Estados Unidos reconhecem Juan Guaidó como o líder legítimo do país sul-americano
-Publicidade-
Porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki | Foto: Reprodução/The White House
Porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki | Foto: Reprodução/The White House

A porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki, confirmou nesta segunda-feira, 7, que uma delegação norte-americana viajou no fim de semana à Venezuela para manter conversas com o governo do ditador Nicolás Maduro, em especial sobre a questão energética.

O movimento ocorre no contexto em que o governo do democrata Joe Biden busca formas de reduzir as importações de petróleo russo em meio à invasão da Rússia ao território ucraniano. A Venezuela tem a maior reserva de petróleo do mundo, mas vive uma grave crise econômica e humanitária.

-Publicidade-

“O propósito da viagem que realizaram os funcionários do governo foi discutir uma variedade de temas que incluem certamente energia, segurança energética”, declarou a secretária de imprensa da Casa Branca.

Desde 2019, os Estados Unidos reconhecem o líder opositor Juan Guaidó como o líder legítimo do país e impôs uma série de sanções na tentativa de forçar a saída de Maduro. As medidas incluem um embargo que impede a Venezuela de negociar o seu petróleo – que representava 96% das receitas do país – no mercado norte-americano.

Maduro tem recebido apoio da Rússia para continuar exportando petróleo apesar das medidas punitivas de Washington. Segundo o jornal The New York Times, a visita a Caracas responderia ao interesse norte-americano de poder substituir parte do petróleo que compra atualmente da Rússia com o que deixara de comprar da Venezuela.

Além da questão energética, Jen Psaki afirmou que o governo do presidente Joe Biden quer se certificar de que os cidadãos venezuelanos estão bem.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

13 comentários Ver comentários

  1. Ele quer que maduro endureça com o povo venezuelano, pois sem dinheiro já massacra, imaginem com os bolsos cheios, esse presidente é um imbecil.

  2. “Além da questão energética, Jen Psaki afirmou que o governo do presidente Joe Biden quer se certificar de que os cidadãos venezuelanos estão bem.”
    Tá serto, nois acredita.

  3. Poderia ter pelo menos vergonha. O que será que o bidê vai oferecer em troca para o Maduro? Vai ficar mais vergonhoso ainda se os venezuelanos não aceitarem o acordo

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.