Pfizer abre mão de royalties da pílula contra covid em países de baixa renda

A farmacêutica fechou acordo com as Nações Unidas para a fabricação de genéricos
-Publicidade-
A Pfizer desenvolveu o PF-07321332, uma pílula para tratar a covid-19
A Pfizer desenvolveu o PF-07321332, uma pílula para tratar a covid-19 | Foto: Niyi Fote/Estadão Conteúdo

A Pfizer informou nesta terça-feira, 16, que fez um acordo com a Medicines Patent Pool, organização de saúde pública apoiada pelas Nações Unidas, liberando a produção de um remédio no tratamento da covid-19 por fabricantes de medicamentos genéricos. O documento permite o acesso ao fármaco em países de baixa e média renda, por meio da renúncia aos royalties da farmacêutica durante a pandemia.

“Fabricantes de medicamentos genéricos qualificados em todo o mundo que recebem as licenças serão capazes de fornecer PF-07321332 [nome da medicação] em combinação com ritonavir para 95 países, cobrindo até aproximadamente 53% da população mundial”, informou a empresa em comunicado. “Isso inclui todos os países de renda baixa e média-baixa e alguns países de renda média-alta na África Subsaariana, bem como países que fizeram a transição do status de renda média-baixa para média-alta nos últimos cinco anos.”

-Publicidade-
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

2 comentários Ver comentários

  1. Opa!!! como são bons os caras da Pfizer. Agora vai ter PfizerMECTINA de baixo costo para os paises de baixa renda como o Brasil. Agora vai ter que ter outra picadinha da Pfizer independentemente de que outras vacinas já tomou e ainda vai ter que tomar um comprimido a cada 24 horas da PfizerMECTINA. Tenha cuidado! se não toma o comprimido o CovidiotPASS do SUS (gentileça do Dr. Picadinha) não vai deixar entrar você na vendinha do Sr. Manoel para comprar um sacola de feijão, 100gr de mortadela e 100 gr queijo prato.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.