Regime chinês divulga montagem para atacar a Austrália

Ministro da China acusa soldados australianos por assassinatos de civis afegãos
-Publicidade-
Ministro da China divulgou montagem para atacar o Exército da Austrália | Foto: Reprodução/Twitter
Ministro da China divulgou montagem para atacar o Exército da Austrália | Foto: Reprodução/Twitter | montagem - regime chinês x exército australiano

Ministro da China acusa soldados australianos por assassinatos de civis afegãos

montagem - regime chinês x exército australiano
Ministro da China divulgou montagem para atacar o Exército da Austrália | Foto: Reprodução/Twitter
-Publicidade-

O ministro das Relações Exteriores da China, Lijian Zhao, usou o Twitter para atacar a Austrália. Em postagem no Twitter divulgada no último fim de semana, o integrante do regime comunista afirmou que soldados australianos foram responsáveis pelas mortes de prisioneiros civis no Afeganistão. “Condenamos veementemente tais atos e exigimos que sejam responsabilizados”, garantiu o chanceler chinês.

Leia mais: “China omitiu e minimizou covid, revelam documentos”

Além da mensagem em tom ameaçador contra a Austrália, o ministro da China publicou uma imagem. A foto mostra o que seria um soldado do Exército australiano prestes a decapitar — com facão — uma mulher afegã. O soldado aparece sorridente. Esse registro, entretanto, não passa de mera montagem, conforme alertou o jornalista Leonardo Coutinho. “A imagem é fake, mas segue on-line [até o fim da tarde desta quinta-feira, 3]“, observou.

Nesse sentido, Coutinho chamou a atenção para dois fatores. O primeiro: diferentemente de Zhao e outras lideranças ligadas ao Partido Comunista, o povo chinês não tem acesso ao Twitter — afinal, a rede social é proibida no país asiático. Dessa forma, ele cobrou posicionamento por parte da direção da plataforma. O jornalista também questionou as razões pelas quais integrantes do regime seguem com contas ativas (e verificadas) e por qual motivo a montagem contra o Exército australiano não foi bloqueada.

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site