Suécia vai exigir certificado de vacinação em eventos

A determinação entra em vigor a partir de dezembro
-Publicidade-
O governo sueco quer evitar um surto de novos casos de covid-19 no país
O governo sueco quer evitar um surto de novos casos de covid-19 no país | Foto: Tomas Williams

A Suécia vai exigir certificado sanitário para eventos e espaços fechados com mais de 100 pessoas. A exigência da vacinação completa foi adotada pela primeira vez e anunciada na quarta-feira 17 pelo governo. A determinação entra em vigor a partir de 1º de dezembro. O objetivo é que os eventos em que a nova medida for aplicada fiquem isentos de outras restrições.

O país tem sido um dos mais relutantes em impor medidas restritivas para combater a emergência sanitária. As taxas de infeção da covid-19 têm aumentado substancialmente em vários países europeus nas últimas semanas, enquanto a Suécia ainda não registrou um surto semelhante durante esta nova onda da doença.

De acordo com a ministra da Saúde, Lena Hallengren, apesar da Suécia ter atualmente poucos casos, ao contrário de muitas nações europeias, “não está isolada do resto do mundo.”

-Publicidade-

Para a chefe da agência de saúde pública do país escandinavo, Karin Tegmark Wisell, a determinação do uso do certificado digital contra a covid-19 é uma medida que considera “necessária para não sobrecarregar o sistema de saúde”.

 

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.