Suíça reabre para brasileiros vacinados

Quem tomou todas as doses de vacinas contra o novo coronavírus ou já teve covid-19 pode entrar no país, a partir de 26 de junho
-Publicidade-
Cidades como Interlaken <i>(na foto)</i>, na Suíça, poderão ser visitadas por brasileiros, a partir de 26 de junho
Cidades como Interlaken (na foto), na Suíça, poderão ser visitadas por brasileiros, a partir de 26 de junho | Foto: Kevin Oliver/Divulgação/Flickr

A Suíça voltará a receber brasileiros a partir do próximo sábado, 26 de junho. Desde que os visitantes estejam totalmente imunizados contra a covid-19 (com uma ou duas doses, conforme a vacina) ou que já tenham contraído a doença e se recuperado, não haverá exigência de quarentena e de exame PCR negativo, noticiou o jornal O Estado de S. Paulo.

A Suíça aceita os imunizantes Oxford/AstraZeneca, Pfizer/BioNTech, Janssen (Johnson & Johnson), Moderna, Serum, Sinopharm e Sinovac. Ao entrar no país, basta mostrar o passaporte e o comprovante de vacinação, em que deve constar o nome da pessoa imunizada, data de nascimento, data da vacinação, o nome da vacina administrada e nome e endereço do local de vacinação. Segundo o jornal O Globo, as vacinas precisam ter sido recebidas até 11 dias antes da viagem.

Crianças e adolescentes, menores de 18 anos, poderão acompanhar os pais na viagem, mesmo sem terem sido vacinados ou contaminados antes e estão isentos de comprovação de vacina ou teste.

-Publicidade-

Leia também: “Parlamento Europeu oficializa Certificado Digital Covid-19”

Brasileiros já tiveram covid-19

O viajante que já teve covid-19 tem de apresentar um exame PCR positivo, que date entre seis meses e 11 dias antes da viagem, para comprovar que teve a doença. Testes de IGM e IGC não serão aceitos. Além disso, o teste PCR precisa ser aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Quem não teve covid ou que não foi vacinado

Como reportado pela revista Viagem & Turismo, os brasileiros que nunca tiveram covid-19 ou que ainda não foram vacinados contra o novo coronavírus estão autorizados a entrar no país, mas devem apresentar o resultado negativo de um teste rápido de antígeno ou de exame RT-PCR realizado até 72 horas antes do embarque. Eles também devem cumprir uma quarentena de dez dias no quarto de um hotel escolhido pelo viajante.

Leia também: Startup portuguesa recebe inscrições para quem quer trabalhar a distância”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site