Tabagismo causou mais de 7 milhões de mortes em 2019

Dois terços dos fumantes estão concentrados em dez países
-Publicidade-
| Foto: Cheryl Holt/Pixabay

O tabagismo causou 7,7 milhões de mortes em 2019. A estimativa foi divulgada pela revista médica The Lancet nesta sexta-feira, 28. De acordo com a publicação, no ano em questão, o número de fumantes no mundo subiu para 1,1 bilhão, e 89% dos novos tabagistas ficaram dependentes antes dos 25 anos de idade.

A revista revela que o consumo de tabaco esteve ligado à morte de 1,7 milhão de pacientes por isquemia cardíaca, de 1,6 milhão por doença pulmonar obstrutiva crônica, de 1,3 milhão por câncer da traqueia, brônquios e pulmões e de quase 1 milhão por acidente vascular cerebral.

As pesquisas revelam que dois terços dos fumantes estão concentrados em dez países — a China detém um terço deles e é seguida por Índia, Indonésia, Estados Unidos, Rússia, Bangladesh, Japão, Turquia, Vietnã e Filipinas.

-Publicidade-

Leia também: “Idosos na mira dos planos de saúde”, reportagem de Paula Leal publicada na Edição 40 da Revista Oeste

 

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site