Premiê do Canadá vence eleição antecipada, mas seguirá governando sem maioria

Com 98% dos votos apurados, o Partido Liberal, de esquerda, atingiu 12 cadeiras a menos que o número necessário para a maioria absoluta
-Publicidade-
O premiê canadense Justin Trudeau permanecerá no governo do país, mas em minoria no Parlamento
O premiê canadense Justin Trudeau permanecerá no governo do país, mas em minoria no Parlamento | Foto: Reprodução/Redes sociais

O Partido Liberal do Canadá, do primeiro-ministro Justin Trudeau, venceu as eleições antecipadas do país na segunda-feira 20, de acordo com projeções feitas pelas principais emissoras de TV locais. Contudo, os liberais não devem alcançar a maioria absoluta no Parlamento, que haviam perdido no pleito de 2019.

Em uma aposta arriscada, Trudeau convocou eleições no país em meio à pandemia de covid-19, na tentativa de tentar recuperar a maioria legislativa. O premiê apostava no controle da epidemia no país, que avançou rapidamente na vacinação e convive com baixas taxas de contágio.

Leia também: “Estão queimando livros no Canadá”, reportagem de Cristyan Costa publicada na Edição 78 da Revista Oeste

-Publicidade-

Mesmo assim, os liberais assistiram, nas últimas semanas, ao crescimento do Partido Conservador e chegaram a temer por uma eventual derrota do governo de esquerda.

Com 98% dos votos apurados, o Partido Liberal já garantiu pelo menos 158 dos 338 assentos do Parlamento — três cadeiras a mais do que atualmente, mas 12 a menos do que o número necessário para a maioria absoluta. No voto popular, a legenda recebeu apenas 32% de apoio dos canadenses, o menor porcentual para um partido governista na história do país.

Leia também: “Em ‘ritual de purificação’, escolas do Canadá queimam livros considerados racistas”

Os conservadores aparecem como segunda força do Parlamento, com 119 cadeiras até o momento — uma a mais do que na atual legislatura. O líder dos conservadores, Eric O’Toole, obteve 34% do voto popular. Foi a segunda eleição consecutiva em que a direita canadense venceu em algumas das principais e mais populosas cidades do país, como Toronto e Montreal.

O Bloc Québécois (BQ), que historicamente defende uma posição separatista da província de Quebec em relação ao restante do país, se recuperou do resultado ruim das últimas eleições e conquistou dois assentos, chegando a 32 deputados no Parlamento. O Novo Partido Democrático (NDP), à esquerda dos liberais, já garantiu ao menos 25 cadeiras e deve terminar como a quarta força. A tendência é que o NDP apoie o governo minoritário de Trudeau.

Leia também: “Canadá libera entrada de brasileiros vacinados, exceto com a CoronaVac”

Com apenas duas cadeiras e perdendo um deputado, o Partido Verde teve um desempenho considerado decepcionante.

“Vocês estão nos mandando de volta ao trabalho com um mandato claro para superar esta pandemia rumo a dias melhores”, afirmou Trudeau no discurso de vitória. O líder esquerdista venceu as eleições pela primeira vez em 2015, sucedendo a Stephen Harper e derrubando uma hegemonia de nove anos dos conservadores.

Justin Trudeau é filho de Pierre Trudeau, um dos primeiros-ministros mais emblemáticos da história do país. O pai do atual premiê governou o Canadá por 15 anos, em dois mandatos: de 1968 a 1979 e entre 1980 e 1984.

Leia também: “Estados Unidos e Canadá têm manifestações pró-Bolsonaro”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.