Uber Eats vai entregar maconha no Canadá

Para pedir a erva pelo aplicativo, clientes devem ter pelo menos 19 anos de idade
-Publicidade-
“Estamos em parceria com líderes do setor como a empresa de <i>cannabis Leafly</i> para ajudar os varejistas a oferecerem opções seguras e convenientes para as pessoas em Toronto comprarem maconha legal por delivery em suas casas”, afirmou Lola Kassim, gerente-geral da Uber Eats Canada
“Estamos em parceria com líderes do setor como a empresa de cannabis Leafly para ajudar os varejistas a oferecerem opções seguras e convenientes para as pessoas em Toronto comprarem maconha legal por delivery em suas casas”, afirmou Lola Kassim, gerente-geral da Uber Eats Canada | Foto: Divulgação/Getty Images

Os usuários de maconha em Toronto, no Canadá, agora podem pedir a erva pelo serviço de entregas Uber Eats. O lançamento acontece na semana do quarto aniversário da legalização do uso recreativo da planta no país, na terça-feira 18. Para pedir, os clientes devem ter pelo menos 19 anos de idade e apenas funcionários licenciados pelo governo podem fazer a entrega.

“Estamos em parceria com líderes do setor, como a empresa de cannabis Leafly, para ajudar os varejistas a oferecerem opções seguras e convenientes para as pessoas em Toronto comprarem maconha legal por delivery em suas casas”, afirmou Lola Kassim, gerente-geral da Uber Eats no Canadá. 

Em junho deste ano, o Canadá deu um passo para descriminalizar temporariamente a posse de pequenas quantidades de substâncias ilícitas em seu território e escolheu a Colúmbia Britânica, Província no oeste do país, para um experimento.

-Publicidade-

A partir de 2023, habitantes da região viverão, por dois anos, com a liberação de drogas atualmente consideradas ilícitas. Os adultos poderão portar um total combinado de 2,5 gramas de substâncias como cocaína, metanfetamina e midomafetamina, popularmente conhecida como ecstasy

Drogas matam mais que covid-19 em São Francisco

O Estado norte-americano da Califórnia vem sofrendo muito com as drogas, que mataram mais do que a covid-19 — foram 1.310 moradores mortos por overdose, somando os anos de 2020 e 2021. No mesmo período, o número de mortos pelo coronavírus ficou pouco abaixo de 700.

De acordo com o jornal San Francisco Chronicole, as mortes por overdose teriam sido ainda maiores, não fosse pelo Narcan. O medicamento, que é usado cerca de 500 vezes por mês na cidade, tem evitado o aumento do número de mortes por pessoas que abusam das drogas.

A maior parte das vítimas de overdose, quase três quartos, tinha fentanil no organismo. Uma substância de uso médico quase cem vezes mais forte que a morfina e altamente viciante. Para tentar mitigar o problema com entorpecentes, a cidade gastou cerca de US$ 70 milhões no ano passado.

Leia também:Na Califórnia, é permitido roubar

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

4 comentários Ver comentários

  1. Não existe o que dizer de um governo que oferece drogas para seu povo… Estão querendo reduzir a população, levar a desgraça para as famílias e acabar com os projetos de vida dos jovens…

  2. Perguntamos aos candidatos ao governo de São Paulo como acabar com a Cracolândia, reduto de viciados no centro da capital paulista. Veja o que eles responderam:

    *Fernando Haddad (PT):* Essa população de viciados não pode ficar na rua, vamos alugar apartamentos para eles morarem no centro de São Paulo e lhes dar algum dinheiro para comprarem comida.

    *Tarcísio de Freitas (Republicanos):* É necessario promover o acolhimento para reinserção social, com desintoxicação, capacitação, geração de trabalho e renda. Melhorar as condições das comunidades terapêuticas, com proximidade à natureza. Criar “portas de saída” como programas de inserção de pessoas em situação de rua, ex-dependentes e egressos do sistema prisional no mercado de trabalho formal, principalmente em empresas parceiras e em obras contratadas e/ou concedidas pelo Estado.

    https://revistaoeste.com/politica/eleicoes-2022/cracolandia-o-que-dizem-os-programas-dos-candidatos-ao-governo-de-sp/

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.