União Europeia terá que reduzir consumo de gás

Países temem o corte no fornecimento do combustível por parte da Rússia
-Publicidade-
A decisão faz parte de um plano de emergência criado pela Comissão Europeia
A decisão faz parte de um plano de emergência criado pela Comissão Europeia | Foto: Reprodução/Redes Sociais

Os países da União Europeia (UE) deverão reduzir o uso de gás em 15%, de agosto deste ano até março de 2023. A medida foi anunciada nesta quarta-feira, 20, pela Comissão Europeia, e tem como objetivo deixar o continente preparado para possíveis cortes no abastecimento de gás por parte de Moscou.

“A Rússia está nos chantageando. A Rússia está usando a energia como arma”, disse Ursula von der Leyen, presidente da Comissão Europeia. Ela acrescentou que “a Europa precisa estar pronta” para corte parcial ou total do fornecimento de gás russo.

A decisão faz parte de um plano de emergência, criado pela comissão, depois que o presidente Vladimir Putin alertou que os suprimentos russos, enviados pelo maior gasoduto para a Europa, podem ser reduzidos ainda mais.

-Publicidade-

A medida, que precisa do apoio dos Estados da União Europeia, será discutida na sexta-feira 22, para que os ministros possam aprová-la em uma reunião de emergência em 26 de julho.

“Acreditamos que uma ruptura total é provável e é especialmente provável se não agirmos”, disse uma autoridade da EU à agência de notícias Reuters. “Se esperarmos, será mais caro e nos fará dançar ao som da Rússia.”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

4 comentários Ver comentários

  1. Essa mulher é incompetente e rancorosa. Teria razão em atacar a Russia caso a UE não tivesse boicotado primeiro. A UE tirou até a possibilidade da Rússia trabalhar com o sistema Swift de transações. Congelou bons russos no exterior e agora diz que a Rússia está “sacaneando”? Essa mulher está parecendo o Fachin é o Moraes. Lésbicas autoritárias e globalistas não são muito confiaveis.

  2. Sim, Rússia está usando a energia como arma, exatamente como a União Europeia e os EUA usam as sanções econômicas. Como disse certa vez Abba Eban, “s homens e as nações se comportam de forma inteligente… depois de terem esgotado todas as outras alternativas”.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.