United Airlines deve demitir 600 funcionários que recusaram vacina

Em agosto, empresa se tornou a primeira companhia aérea norte-americana a exigir vacinação de todos os seus profissionais
-Publicidade-
United Airlines foi a primeira companhia aérea norte-americana a exigir vacinação dos funcionários
United Airlines foi a primeira companhia aérea norte-americana a exigir vacinação dos funcionários | Foto: Divulgação

A United Airlines, uma das maiores companhias aéreas dos Estados Unidos, anunciou nesta quinta-feira, 30, que demitirá cerca de 600 funcionários que se recusaram a tomar a vacina contra a covid-19. A empresa decidiu pela obrigatoriedade de vacinação para todos os seus profissionais e colaboradores.

Segundo a companhia, 99% de sua força de trabalho nos EUA, composta de 67 mil pessoas, está totalmente imunizada contra o coronavírus.

Leia mais: “Governo da França quer prorrogar passaporte sanitário até 2022”

-Publicidade-

Em agosto, a United Airlines se tornou a primeira empresa aérea norte-americana e uma das primeiras grandes corporações do país a exigir a vacinação contra a covid-19.

“Foi uma decisão incrivelmente difícil, mas manter nossa equipe segura sempre foi nossa maior prioridade”, justificaram Scott Kirby, executivo-chefe da United, e Brett Hart, presidente da companhia, em comunicado aos funcionários na terça-feira 28.

Leia também: “EUA: Pfizer pede autorização para aplicar vacina em crianças de 5 a 11 anos”

Diante da resistência de parte da população norte-americana a se vacinar, o presidente dos EUA, Joe Biden, pediu neste mês para que todas as empresas com mais de 100 funcionários exijam que seus trabalhadores se vacinem ou se submetam a testes semanais de detecção do vírus.

Leia também: “Demanda por voos em agosto fica 22% abaixo do índice pré-pandemia”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

6 comentários Ver comentários

    1. Pior que a American e a Delta???? Missão impossível. Na verdade as companhias aéreas americanas se igualam às brasileiras TAM e GOL. Estão todas no mesmo balaio. Pura chiaquera!

  1. (Via Les Electrons Libres)

    Em vez da taxa de mortalidade, vamos dar uma olhada na taxa de sobrevivência à COVID?
    Esta é a porcentagem da população mundial que NÃO morreu devido à COVID-19:

    🇬🇧 Reino Unido – 99,972%
    🇧🇪 Bélgica – 99,944%
    🇪🇸 Espanha – 99,956%
    🇮🇹 Itália – 99,957%
    🇧🇷 Brasil – 99,935%
    🇿🇦 África – 99,997259%
    🇦🇺 Austrália – 99,99669%
    🇺🇸 EUA – 99,954%
    🇨🇳 China – 99,99967%
    🇮🇳 Índia – 99,9935%

    (Fontes: OMS, John Hopkins COVID Resource Center, Wikipedia e Google)

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.