Uruguai vai aplicar dose extra da Pfizer em quem tomou a CoronaVac, informa jornal

Objetivo do governo é fortalecer a imunidade de pessoas vacinadas com o imunizante chinês
-Publicidade-
Vacina da Pfizer vai reforçar imunidade de uruguaios
Vacina da Pfizer vai reforçar imunidade de uruguaios | Foto: Kevin David/A7 Press/Estadão Conteúdo

O Uruguai, um dos países com maior taxa de vacinação no mundo, estaria disposto a aplicar uma terceira dose em pessoas que tomaram a CoronaVac, o imunizante contra a covid-19 produzido pelo laboratório chinês Sinovac. Em reportagem publicada na Edição 67 da Revista Oeste, Paula Leal aborda as dúvidas que ainda pairam sobre a vacina chinesa.

A decisão do governo uruguaio ocorre após a comissão de vacinas do Ministério de Saúde Pública do país concluir que determinados grupos da população, em virtude de menor resposta imunológica ao novo coronavírus, devem ser priorizados. Nesse grupo, composto de seis mil pessoas, destacam-se as submetidas a transplante de órgãos e as com câncer.

Como os estudos sobre uma terceira dose foram realizados com imunizantes de RNA mensageiro, a comissão de vacinas recomendou que as doses de reforço sejam da Pfizer, que usa essa plataforma. (Esse tipo de imunizante ensina as células a sintetizarem uma proteína que estimula a resposta imunológica do corpo.)

-Publicidade-

Com informações do jornal Infobae

Leia também: “Com 54% da população vacinada, Chile tem 91% das UTIs ocupadas”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site