Vacina da Janssen: ‘Anvisa dos EUA’ põe alerta para advertir sobre síndrome autoimune

Rótulo do imunizante foi alterado
-Publicidade-
Anúncio foi feito ontem
Anúncio foi feito ontem | Foto: Kevin David/A7 Press/Estadão Conteúdo

A “Anvisa” dos Estados Unidos (FDA, na sigla em inglês) atualizou o rótulo da vacina contra o novo coronavírus da Johnson & Johnson. Na segunda-feira 12, o órgão regulador advertiu que pode haver risco maior de uma condição neurológica rara chamada síndrome de Guillain-Barré entre as pessoas que foram imunizadas recentemente.

A FDA informou que não está claro se o produto causa a doença, porém, técnicos identificaram aumento de queixas da síndrome, que provoca paralisia. “Relatos de eventos adversos após o uso da vacina sob autorização de uso de emergência sugerem um risco maior de síndrome de Guillain-Barré durante os 42 dias depois da vacinação”, alerta o novo rótulo.

Leia também: “Precisamos falar sobre a CoronaVac”, reportagem publicada na Edição 67 da Revista Oeste

-Publicidade-
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

11 comentários Ver comentários

  1. Diante deste cenário medonho, assistimos nossos senadores e deputados propondo vacinação obrigatoriedade. A população está sendo tratada como ratos de laboratório. Não vamos permitir. Dia 18/7 seremos milhares no D.F.

  2. Tenho 23 anos, sou saudável e não tomei sob hipótese alguma esse veneno experimental.
    O que me entristece é ver pessoas igualmente jovens e saudáveis cedendo à paranoia e o medo coletivo imposto pelo vírus chinês e referendado por políticos draconianos, indústrias farmacêuticas e uma agenda globalista hegemônica.

  3. Muito preocupante esses relatos, quero ver o que a grande vai falar sobre isso e do famigerado passaporte vacinal……….e aí!!!

  4. FICO ESTARRECIDA DE VER COMO HÁ CRIATURAS CRÉDULAS NO MUNDO, POIS VÃO ACREDITANDO EM TUDO QUE OUVEM, SEM PROCURAR PESQUISAR SE PODE
    HAVER FUNDAMENTO OU NÃO! CORREM PARA TOMAR UMA VACINA DESENVOLVIDA EM ESPAÇO CURTO DE TEMPO, AUTORIZADA EM CARÁTER EXPERIMENTAL, QUE ALIÁS NÃO PODERIA SER DE OUTRA FORMA, VISTO NÃO TER DECORRIDO O ESPAÇO TEMPORAL PARA CONSTATAÇÃO DE SEUS EFEITOS!!! BEM
    DIZ O VELHO DITADO QUE NO MUNDO EXISTE TROUXA PARA TUDO. É POR CAUSA
    DISSO QUE OS DEMAGOGOS DE PLANTÃO CONSEGUEM SUCESSO!

    1. E o pior de tudo, é ter a consciência desta situação, sermos cobaias de um produto biológico experimental, e sermos obrigados a tomar, se quisermos continuar no emprego.

      1. Justamente …eu acabei de perder o meu por não ter aceitado esta droga de vacina .

  5. Triste ver como as pessoas são consideradas como cobaias de laboratório. Tal notícia remete ao efeito em curto prazo, como será a longo prazo? Parabenizo toda equipe da Revista Oeste pelos esforços em manter o profissionalismo na investigação jornalística.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.