Vacina da Pfizer é eficaz contra cepas do coronavírus

Estudo foi publicado na revista científica 'Nature Medicine'
-Publicidade-
Os dados já haviam sido divulgados, preliminarmente, no início de janeiro
Os dados já haviam sido divulgados, preliminarmente, no início de janeiro | Foto: Niyi Fote/Estadão Conteúdo

Cientistas confirmaram nesta segunda-feira, 8, que a vacina experimental contra a covid-19 desenvolvida pela Pfizer é eficaz contra três variantes do coronavírus. O trio é associado à maior capacidade de transmissão do vírus chinês e apareceu na África do Sul e no Reino Unido. Os dados já haviam sido publicados, preliminarmente, no início de janeiro, na revista científica Nature Medicine.

No começo do ano, a Pfizer anunciou a criação de uma “dose de reforço” de seu imunizante na tentativa de combater as mutações. Na quinta-feira 4, o Reino Unido iniciou um levantamento com a finalidade de avaliar as respostas imunológicas da combinação entre as vacinas da Pfizer e da Oxford em um esquema de duas doses. Os dados iniciais devem sair em junho.

Leia também: “A supervacina”, reportagem publicada na edição 39 da Revista Oeste

-Publicidade-
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.