Vítima do cancelamento, autora de Harry Potter denuncia ameaças de ‘centenas’ de ativistas trans

J.K. Rowling afirma que militantes a ameaçaram de estupro e de enviar uma bomba pelos correios
-Publicidade-
Foto: Divulgação/Flickr
Foto: Divulgação/Flickr

A autora da série de livros Harry Potter, J.K. Rowling, foi ao Twitter queixar-se das ameaças que tem recebido de ativistas transexuais. Em uma publicação, a escritora britânica divulgou uma mensagem que havia recebido: “Eu desejo a você uma bomba caseira em sua caixa de correio”. Rowling comentou, na segunda-feira 19: “Quando você não pode fazer com que uma mulher seja demitida, presa ou mandada embora pela editora, e cancelá-la só fez subir as vendas de seus livros, só há realmente um lugar para ir”.

Rowling revelou, ainda, que tem sido ameaçada de estupro e até assassinato por “centenas de ativistas trans”. Para ela, movimentos assim não representam as mulheres, tampouco as minorias. E agradece aos que manifestaram solidariedade. “A todas as pessoas que me enviaram mensagens lindas, gentis, engraçadas e de apoio, muito obrigada”, finalizou a escritora, na rede social. Desde 2019, Rowling é acusada de “transfobia” por se manifestar contra o uso de banheiros femininos por transexuais e travestis.

No ano passado, a escritora compartilhou um artigo que questionava o termo “pessoas que menstruam”, em vez de mulheres. “Se o sexo não for real, a realidade vivida pelas mulheres em todo o mundo é apagada. Eu conheço e amo pessoas trans, mas apagar o conceito de sexo remove a capacidade de muitos de discutir sua vida de forma significativa. Não é ódio falar a verdade”, comentou, ao ser bombardeada de críticas de esquerdistas nas redes sociais.

-Publicidade-

Leia também: “A estupidez da linguagem neutra”, reportagem publicada na Edição 62 da Revista Oeste

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

8 comentários

    1. ent flor…ela nunca respeitou pessoas trans pra ter o nosso respeito, pq sempre nós temos que respeitar primeiro pra vcs respeitarem? e mesmo quando respeitamos o preconceito vc continuam sendo preconceituosos, nn faz sentido

  1. Por quê essa raça não reescreve a saga só com trans? Não precisa obrigar a autora a desfazer sua obra para agradar uma meia dúzia de babacas.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site