-Publicidade-

Xi Jinping aprova leis e aumenta seus poderes militares

As doutrinas e atividades militares, agora, estão sob as ordens do chefe do Partido Comunista da China
Premiê e ministros ficaram sem voz
Premiê e ministros ficaram sem voz | Foto: Divulgação/Creative Commons

O secretário-geral do Partido Comunista da China, Xi Jinping, aprovou uma série de emendas legais que ampliou o poder da Comissão Central Militar. O órgão controla o Exército de Libertação Popular — Forças Armadas do país. A nova legislação tem dispositivos que criam um esquema coordenado entre a indústria bélica e a de alta tecnologia chinesa, visando ser uma potência equivalente aos Estados Unidos em 2027. Presidida por Xi desde 2012, a comissão agora é soberana para decidir sobre a mobilização de recursos dentro e fora do país no que diz respeito à defesa nacional. É o que informou nesta segunda-feira, 4, o jornal South China Morning Post, sediado em Hong Kong, e controlado pelo grupo Alibaba. Em síntese, as doutrinas e atividades militares estão sob as ordens de Jinping. Antes, decisões sobre a política militar eram compartilhadas com o Conselho de Estado, o órgão executivo máximo da China, liderado pelo premiê e seus ministros. Ele já respondia a Jinping, mas agora perde poderes.

Leia também: “Xi Jinping celebra crescimento da China em meio à covid-19”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.