-Publicidade-

A corrupção da linguagem serve para satisfazer a sanha de militantes

É o que argumenta Ana Paula Henkel, em artigo publicado na Edição 47 da ‘Revista Oeste’
"Fascista" e "nazista" são apenas alguns dos termos usados indevidamente em discussões rasteiras
"Fascista" e "nazista" são apenas alguns dos termos usados indevidamente em discussões rasteiras | Foto: Reprodução/Mídias Sociais

“A banalização de termos sérios e profundos como “fascista” e “nazista”, usados para xingamentos em discussões tão rasas quanto um pires, não tem sido exclusividade de pessoas que não mostram o mínimo de respeito pela História e pelas vítimas de regimes devastadores. Em uma sociedade cada vez mais robotizada e ignorante, celebridades e até jornalistas que deveriam proteger o real significado das palavras usam, distorcem e desrespeitam o léxico e os eventos históricos apenas para satisfazer a sanha militante de sua mente já comprometida com a cegueira ideológica. A banalização das palavras e, consequentemente, dos atos sérios que elas significam, como cassação e impeachment, é um sintoma de sociedade que parece não querer mais pensar.”

O parágrafo descrito acima faz parte do artigo de Ana Paula Henkel, publicado na Edição 47 da Revista Oeste, que foi ao ar na sexta-feira 12.

Revista Oeste

A Edição 47 da Revista Oeste vai além da coluna de Ana Paula Henkel sobre os perigos da corrupção da linguagem. A publicação digital conta com reportagens especiais e artigos de J. R. Guzzo, Augusto Nunes, Guilherme Fiuza, Rodrigo Constantino e Dagomir Marquezi.

Startup de jornalismo on-line, a Revista Oeste está no ar desde março de 2020. Sem aceitar anúncios de órgãos públicos, o projeto é financiado diretamente por seus assinantes. Para fazer parte da comunidade que apoia a publicação digital que defende a liberdade e o liberalismo econômico, basta clicar aqui, escolher o plano e seguir os passos indicados.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês