‘A imprensa deixou de informar’, critica Augusto Nunes

Colunista da Revista Oeste reprovou a cobertura jornalística sobre as manifestações pró-governo federal realizadas no sábado 15
-Publicidade-
Augusto Nunes participou de <i>Os Pingos nos Is</i>, da rádio Jovem Pan, exibido nesta segunda-feira, 17
Augusto Nunes participou de Os Pingos nos Is, da rádio Jovem Pan, exibido nesta segunda-feira, 17 | Foto: Reprodução/YouTube

O jornalista Augusto Nunes criticou a cobertura jornalística sobre os protestos pró-governo federal realizados no sábado 15. “A imprensa velha deixou de ser imprensa. Deixou de informar”, disparou o colunista da Revista Oeste, durante o programa Os Pingos nos Is, da rádio Jovem Pan, exibido nesta segunda-feira, 17.

De acordo com o jornalista, os veículos de comunicação tradicionais não exibiram as fotos das manifestações em favor do presidente da República, Jair Bolsonaro, para não mostrar a dimensão e a importância dos atos. “Os jornais já estão morrendo em suas edições de papel. Agora, começam a matar suas edições digitais”, ironizou Augusto Nunes.

No sábado, milhares de pessoas foram às ruas de Brasília não apenas para demonstrar apoio ao chefe do Executivo federal, mas também para criticar o Supremo Tribunal Federal (STF) e as medidas restritivas impostas por prefeitos e governadores, sob a justificativa de tentar conter o avanço da pandemia do coronavírus.

-Publicidade-

Leia também: “A polícia da informação”, artigo de Augusto Nunes e Branca Nunes publicado na Edição 60 da Revista Oeste

Telegram
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro