ACM Neto descarta apoio do DEM a Doria: ‘Diálogo está obstruído’

'Hoje, está descartado o apoio a uma eventual candidatura de Doria à Presidência da República', afirmou o presidente nacional do Democratas
-Publicidade-
ACM Neto, presidente nacional do DEM, disse que o partido não apoiará João Doria em 2022
ACM Neto, presidente nacional do DEM, disse que o partido não apoiará João Doria em 2022 | Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O presidente nacional do Democratas, ACM Neto, voltou a atacar o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), e praticamente descartou um eventual apoio do partido à possível candidatura do tucano à Presidência da República em 2022. O DEM é aliado histórico do PSDB, especialmente nas disputas nacionais.

“Não vamos comprometer essa relação de amizade histórica dos dois partidos. Mas, neste momento, o diálogo com Doria está obstruído”, afirmou o ex-prefeito de Salvador em entrevista ao UOL. “Se você me perguntar: vão deixar de conversar com o PSDB? De maneira alguma. Porém, hoje, está descartado o apoio a uma eventual candidatura de Doria à Presidência da República”, enfatizou.

Leia mais: “ACM Neto ataca Doria: ‘Despreparo para liderar um projeto nacional’”

-Publicidade-

ACM Neto aproveitou para fazer um aceno político ao ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB), que pode deixar a legenda e se filiar ao DEM para concorrer ao Palácio dos Bandeirantes no ano que vem. “Há um comentário muito ventilado nos últimos dias quanto à possibilidade da vinda de Alckmin para o Democratas. Evidentemente, qualquer partido gostaria de ter um quadro da dimensão de Alckmin. Mas, por enquanto, isso é uma especulação”, disse. “A relação dos partidos é muito boa, histórica, de longa data. Estivemos juntos governando o Brasil, governando Estados importantes deste país.”

Leia também: “DEM pode convidar Alckmin a se filiar, diz líder do partido”

Vice de Bolsonaro

Durante a entrevista, ACM Neto foi indagado sobre os rumores acerca de uma possível composição de chapa com o presidente Jair Bolsonaro em uma eventual candidatura à reeleição em 2022. O ex-prefeito de Salvador rechaçou essa possibilidade e afirmou que pretende disputar o governo da Bahia.

“Já disse a todo mundo que eu não serei vice de ninguém, nem de Bolsonaro. Meu foco é construir, na hora certa, uma candidatura ao governo do Estado da Bahia. Eu só tenho no horizonte essa opção”, disse o presidente do DEM.

Telegram
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro