André Mendonça toma posse no STF

Entre os convidados, estavam presentes o presidente Jair Bolsonaro e ministros do governo federal
-Publicidade-
Posse do ministro André Mendonça no STF | Foto: Fellipe Sampaio/SCO/STF
Posse do ministro André Mendonça no STF | Foto: Fellipe Sampaio/SCO/STF

Em cerimônia rápida, André Mendonça tomou posse nesta quinta-feira, 16, como ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). Ele assume a cadeira deixada pelo ex-ministro Marco Aurélio Mello, que se aposentou ao completar 75 anos.

A solenidade ocorreu presencialmente no plenário do STF. Entre os convidados, estavam o presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL).

-Publicidade-

Gilmar Mendes e Cármen Lúcia foram os dois únicos ministros do STF que não foram na cerimônia. Não houve fila de cumprimento ao novo ministro devido à covid-19, segundo presidente da Corte, Luiz Fux.

Os convidados tiveram que apresentar o cartão de vacinação contra a Covid-19 ou exame de RT-PCR para a detecção da doença feito até 72 horas antes.

André Luiz de Almeida Mendonça, será identificado no Supremo como André Mendonça, como manda a tradição da Corte de apenas dois nomes.

O ministro é doutor e mestre em Direito pela Universidade de Salamanca, na Espanha.

Ele é servidor público desde 2000, quando entrou na advocacia-geral da União. Mendonça ocupou vários postos na Pasta até que, em 2019, foi indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para ser o advogado-geral da União.

Depois da saída do ex-ministro Sergio Moro, se tornou ministro da Justiça e Segurança Pública. Ele voltou à AGU no início deste ano, após uma minirreforma ministerial.

Na vida pessoal, André Mendonça é casado, tem dois filhos e é pastor licenciado da Igreja Presbiteriana Esperança, em Brasília.

A indicação do ministro, segundo Bolsonaro, faz parte da sua promessa de indicar um terrivelmente evangélico para a corte.

Mendonça é visto como um perfil técnico, com histórico de combate à lavagem de dinheiro. Ele foi aprovado pelo Senado no início de dezembro.

Foi uma longa espera até que o presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Casa, Davi Alcolumbre, do DEM, marcasse a sabatina.

Posse do ministro André Mendonça no STF
Posse do ministro André Mendonça no STF | Foto: Fellipe Sampaio/SCO/STF
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.