-Publicidade-

Anvisa: Empresas devem informar semanalmente estoque de oxigênio

Segundo a agência, medida busca minimizar o risco de desabastecimento do produto
Caminhão entrega oxigênio
Caminhão entrega oxigênio | Foto: Tarla Wolski/FuturaPress/Estadão Conteúdo

A Anvisa anunciou neste sábado, 13, que empresas fabricantes, envasadoras e distribuidoras de oxigênio medicinal devem fornecer, semanalmente, informações sobre a capacidade de fabricação, envase e distribuição, estoques disponíveis e quantidade demandada pelo setor público e privado.

Segundo a agência, a medida visa monitorar o abastecimento do mercado e minimizar o risco de desabastecimento do produto. No início do ano, o sistema de saúde do Amazonas entrou em colapso em decorrência da pandemia e sofreu desabastecimento de oxigênio.

Leia mais: “Brasil: Saiba como está a compra de vacinas contra a covid-19”

Todas as quartas-feiras, as empresas deverão enviar as informações à agência. O primeiro envio deve trazer os dados dos últimos sessenta dias e, para as seguintes, a informação prestada será semanal.

A Anvisa destacou que vem adotando medidas regulatórias para proteger a vida da população brasileira, favorecendo a disponibilidade de medicamentos e produtos essenciais no enfrentamento à covid-19.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.