Brasil: Saiba como está a compra de vacinas contra a covid-19

Veja tabela completa divulgada pelo Ministério da Saúde
-Publicidade-
Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello
Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello | Foto: Tony Winston/MS

O Ministério da Saúde realizou uma entrevista coletiva nesta sexta-feira, 12, para atualizar as estratégias de enfrentamento da pandemia e o status de compras e negociações de vacinas contra a covid-19.

Segundo a pasta, o governo tem acordos para receber mais de 400 milhões de doses de imunizantes até dezembro deste ano. Outros 168 milhões de doses estão em negociação. O ministério destacou que o Brasil é o quinto país com maior número de doses aplicadas.

-Publicidade-

Leia mais: “Anvisa aprova primeiro medicamento contra a covid-19”

Contratos fechados

Foto: Reprodução/Ministério da Saúde

A Covaxin e a Sputinik V ainda precisam de aval da Anvisa; as demais já tiveram uso emergencial ou registro definitivo concedidos.

Negociações em andamento

Foto: Reprodução/Ministério da Saúde

O governo federal também já formalizou a intenção de compra de 30 milhões de doses do laboratório chinês Sinopharm.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 comentários

  1. Pois é, e tem inúteis senadores liderados pelo famoso vota contra todas as reformas e judicializa Randolfe Rodrigues, que querem abrir uma CPI para investigar as ações do ministério da saúde e governo Bolsonaro. O decadente senador tucano (já fui) Tasso burguês do pobre Estado do Ceara, também articula esse movimento, claramente para desestabilizar o governo Bolsonaro. Que democracia é esta em nosso pais, e que partidinho virou meu saudoso PSDB?

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.