Após ‘fura-fila’, governo do Amazonas demite dois

Vacinação em Manaus chegou a ser suspensa após denúncias de fraudes
-Publicidade-
Vacinação de servidores do Estado do Amazonas
Vacinação de servidores do Estado do Amazonas | Foto: Prefeitura de Manaus

O governo do Amazonas demitiu um assessor da Casa Civil “fura-fila” que foi imunizado de “forma indevida” contra a covid-19. A diretora do Hospital da Criança, que teria incluído o nome do servidor na lista, também foi exonerada.

Gerberson Oliveira Lima foi vacinado em 20 de janeiro ao ser classificado no grupo “trabalhadores de saúde”.

Leia mais: “Bolsonaro anuncia chegada de insumos para a CoronaVac”

-Publicidade-

Devido a denúncias de fraudes, a vacinação em Manaus chegou a ser suspensa de quinta-feira 21 a sábado 23.

Os casos são apurados pelo Ministério Público e Tribunal de Contas. O prefeito de Manaus, David Almeida, no entanto, já classificou as denúncias como “fake news”.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.