Aras: ‘Manifestações do 7 de Setembro foram expressão de uma sociedade plural e aberta’

'Acompanhamos ontem uma festa cívica, com manifestações pacíficas', destacou o procurador-geral da República
-Publicidade-
Procurador-geral da República, Augusto Aras, durante durante sessão plenária do STF | Foto: Fellipe Sampaio /SCO/STF
Procurador-geral da República, Augusto Aras, durante durante sessão plenária do STF | Foto: Fellipe Sampaio /SCO/STF

O procurador-geral da República, Augusto Aras, afirmou nesta quarta-feira, 8, em sessão do Supremo Tribunal Federal, que o Brasil acompanhou no 7 de Setembro uma festa cívica, com manifestações pacíficas e ordeiras. Ele disse que os atos foram uma expressão de uma sociedade plural e aberta, característica de um regime democrático.

Em tom diferente, o presidente da Corte, Luiz Fux, afirmou que o Supremo “jamais aceitará ameaças à sua independência, nem intimidações ao exercício regular de suas funções”. “Ninguém fechará esta Corte”, garantiu o magistrado.

Leia mais: “Pacheco afirma que solução para a crise não está no ‘autoritarismo'”

-Publicidade-

“A independência entre os Poderes pressupõe harmonia. Sem esta, o equilíbrio transfigura-se em conflito permanente”, disse o procurador.

Aras também afirmou que a voz da rua é a voz da liberdade e do povo, mas ponderou: “A voz das instituições, que funcionam a partir das escolhas legítimas do povo e de seus representantes, também é a voz da liberdade”.

O procurador-geral disse que a Constituição de 1988 prevê que discordâncias, sejam políticas sejam processuais, devem ser tratadas com “civismo e respeitando o devido processo legal e constitucional”.

“Nós amamos a democracia, pois nela floresce a liberdade, com a qual tantos sonharam e pela qual tantos se sacrificaram. É na democracia que mulheres e homens livres se realizam em sua existência”, afirmou.

Telegram
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro