Assembleia de SP deve retomar CPI das ‘fake news’

Parlamentares de oposição garantem que se trata de uma manobra dos tucanos para que não haja investigações sobre irregularidades na Dersa
-Publicidade-
Palácio Nove de Julho, onde funciona a Assembleia Legislativa de São Paulo | Foto: DIVULGAÇÃO/ALESP
Palácio Nove de Julho, onde funciona a Assembleia Legislativa de São Paulo | Foto: DIVULGAÇÃO/ALESP | Palácio Nove de Julho, onde funciona a Assembleia Legislativa de São Paulo | Foto: DIVULGAÇÃO/ALESP

Parlamentares de oposição garantem que se trata de uma manobra dos tucanos para que não haja investigações sobre irregularidades na Dersa

assembleia de sp
Na Assembleia de SP, oposição denuncia manobra dos tucanos
Foto: DIVULGAÇÃO/ALESP

Deputados da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) devem retomar nesta semana a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga fake news na eleição de 2018. Apesar de ter sido formada em março deste ano, ainda não houve sessão por causa da pandemia de coronavírus. Amanhã, os parlamentares devem se reunir para escolher presidente, vice-presidente e relator do colegiado. A CPI tem o objetivo de apurar a disseminação de notícias falsas na disputa eleitoral passada.

-Publicidade-

Leia mais: Quem é Cauê Macris e por que ele é importante para o governador João Doria?

Parlamentares de oposição garantem que a instauração da CPI se trata de uma manobra para que não seja aberta uma investigação sobre irregularidades na Dersa. Em síntese, a estatal controlada pelos tucanos teria irregularidades que o partido quer esconder. De acordo com a Assembleia de SP, a atual CPI das fake news tem prazo de encerramento marcado para julho. Contudo, pode ser prorrogada até setembro, caso os deputados achem por bem adiá-la. Vale lembrar que, em 2018, a Casa abriu uma CPI, mas que não teve reuniões.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.