Bancada do Podemos no Senado pede afastamento de Alcolumbre

Parlamentares pedem a saída imediata do senador do comando da Comissão de Constituição e Justiça
-Publicidade-
Davi Alcolumbre (DEM-AP), ex-presidente do Senado, é alvo de denúncias por suposta 'rachadinha'
Davi Alcolumbre (DEM-AP), ex-presidente do Senado, é alvo de denúncias por suposta 'rachadinha' | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A bancada do Podemos no Senado defendeu, em nota divulgada na segunda-feira 1º, o afastamento do senador Davi Alcolumbre (DEM-AP) da presidência da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa. O parlamentar é alvo de acusações de que teria sido beneficiado por um esquema de “rachadinha” em seu gabinete.

Segundo reportagem publicada pela revista Veja, seis mulheres denunciaram o ex-presidente do Senado. Marina Santos, Érica Castro, Lilian Braga, Jessyca Pires, Larissa Braga e Adriana Almeida, moradoras do entorno do Distrito Federal, teriam sido contratadas como assessoras, mas jamais trabalharam efetivamente para Alcolumbre. O esquema, iniciado em 2016, teria desviado ao menos R$ 2 milhões.

Elas tinham vencimentos mensais entre R$ 4 mil e R$ 14 mil, mas devolviam parte do montante ao gabinete de Alcolumbre. De acordo com a Veja, os extratos das contas das funcionárias mostram que o salário era depositado e imediatamente sacado.

-Publicidade-

“Tendo em vista as graves denúncias veiculadas na imprensa no último final de semana, o Podemos defende o imediato afastamento do senador Davi Alcolumbre da presidência da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado Federal”, diz a nota do Podemos.

Segundo o comunicado da bancada do partido, “a medida tem dois propósitos: permitir ao senador se defender de maneira plena e, ao mesmo tempo, não prejudicar o regular andamento dos trabalhos da mais importante comissão da Casa”.

Além da manifestação do Podemos, o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) apresentou na sexta-feira 29 ao Supremo Tribunal Federal (STF) uma notícia-crime na qual pede apuração do caso.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

7 comentários Ver comentários

  1. Já vi denúncias de rachadinhas em Câmara de Vereadores e deputados Estaduais em que os denunciados foram afastados e posteriormente perderam os cargos. Porquê no Senado Federal tem que ser diferente ? Seis falsas funcionárias do arrogante senador que fizeram a denúncia não são suficientes para afastá-lo ? E porque só um partido se manifestou ? Diga alguma coisa Pacheco!

  2. A famosa rachadinha, como sabemos, vai do vereador ao senador, com raras excepções, é verdade. Daí o silêncio da maioria. Seja lá quem for o praticante dessa vergonha, deve perder o cargo e ficar inelegível por muito tempo.

  3. Cadê os senadores de direita que não fazem o mesmo?
    É hora de botar lenha essa fogueira, não podemos admitir que essas denuncias caiam no esquecimento, se depender do ESSITÊEFIII, já sabemos no que vai dar…..

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.