Barroso afirma que a Venezuela é ‘tirania de direita’

O ministro do STF disse, ainda, que as ditaduras de Hugo Chávez e Nicolás Maduro são orientadas pelo conservadorismo
-Publicidade-
Magistrado foi indicado ao Supremo por Dilma Rousseff
Magistrado foi indicado ao Supremo por Dilma Rousseff | Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, afirmou que o governo da Venezuela é uma ditadura de direita. No entanto, segundo ele, com um “discurso camuflado” de esquerda. Além disso, o magistrado garante que os regimes de Hugo Chávez e de Nicolás Maduro são orientados pelo conservadorismo. “Você acha que a Venezuela é conservadora? Certamente eu acho, desde o tempo de Chávez. Para mim, aquilo sempre foi uma tirania de direita, com um discurso disfarçado”, declarou o juiz do TSE, em entrevista ao historiador Marco Antonio Villa, transmitida no sábado 13.

A fala do ministro veio depois de ele ser interpelado sobre motivos que levaram a uma suposta perda de prestígio da democracia no mundo. Para Barroso, atualmente, vivemos um momento de “descrédito” das instituições. No caso do Brasil, isso se deve a “saudosistas” do regime militar. “As pessoas que não conviveram com a ditadura são influenciadas por discursos dos que têm saudades de um tempo que não houve. Há muita gente no Brasil que perdeu a fé no futuro e tem saudades do que não aconteceu”, acrescentou Barroso, ao mencionar ser necessário “desmistificar fetiches” do passado.

Entre outros pontos, o juiz do TSE destacou que a crise econômica em nosso país deixou as pessoas a mercê do que chamou de “discursos populistas”. Em escala mundial, Barroso pontuou a perda de protagonismo de movimentos “progressistas”, que deixaram aberta uma lacuna preenchida por conservadores. “O pensamento progressista se contentou com a vitória, e não em conquistar corações e mentes. Portanto, há um backlash. Logo, há uma reação do pensamento conservador, que é legítimo. O que é ruim é o extremismo, o radicalismo e a não aceitação do outro”, observou, ao usar a Venezuela como exemplo.

-Publicidade-

Leia também: “Como funciona a doutrinação marxista”, entrevista publicada na edição 47 da Revista Oeste

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.