Bolsonaro assina acordo com a Nasa para levar primeira mulher à Lua

Presidente aproveitou para comemorar o fato de o Brasil voltar a ter assento não permanente no Conselho de Segurança da ONU
-Publicidade-
Presidente da República, Jair Bolsonaro | 
Foto: Alan Santos/PR
Presidente da República, Jair Bolsonaro | Foto: Alan Santos/PR

O presidente Jair Bolsonaro assinou nesta terça-feira, 15, um acordo com a Nasa, a agência espacial dos Estados Unidos, para realizar voos tripulados à Lua, levando, em 2024, a primeira mulher ao satélite natural da Terra. O Brasil é o único país da América Latina e o 12º no mundo a entrar para o programa Artemis.

“O Brasil vai mostrar seu valor agora no Artemis. Não apenas para levar uma mulher ao espaço, mas o que nós podemos trazer do espaço para aplicarmos aqui na Terra. Perdemos tempo no passado, por questões ideológicas, como a base de Alcântara, que ficou parada duas décadas no Congresso”, disse Bolsonaro.

Leia mais: “Bolsonaro afirma que vai vetar o passaporte sanitário”

-Publicidade-

Na ocasião, o presidente aproveitou para comemorar a decisão dos membros da ONU que devolveu ao Brasil um assento não permanente no Conselho de Segurança das Nações Unidas no biênio 2022-23.

Programa Artemis

“É um esforço da humanidade para conquistar um espaço profundo, e o Brasil não podia ficar fora de jeito nenhum. É um ótimo momento para o Brasil participar desse programa”, comemorou o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes.

Citando Santos Dumont, o pai da aviação, o embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Todd Chapman, disse que o acordo visa à exploração civil e pacífica do espaço, além de obtenção de informações.

“A decisão do Brasil enfatiza a aspiração conjunta dos humanos à Lua até 2024 e o aprofundamento da exploração espacial. Espero ver na Lua a bandeira brasileira ao lado da bandeira dos Estados Unidos”, afirmou. O programa também se propõe a desenvolver tecnologias e experiências para uma futura missão humana a Marte.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site