Bolsonaro confirma indicação de Kassio Nunes para o STF

Desembargador é o escolhido para a cadeira a ser deixada vaga por Celso de Mello
-Publicidade-
Kassio Nunes atua no Tribunal Regional Federal da 1ª Região | Foto: Samuel Figueira/Proforme
Kassio Nunes atua no Tribunal Regional Federal da 1ª Região | Foto: Samuel Figueira/Proforme | STF - Kassio Nunes

Desembargador é o escolhido para a cadeira a ser deixada vaga por Celso de Mello

STF - Kassio Nunes
Kassio Nunes atua no Tribunal Regional Federal da 1ª Região | Foto: Samuel Figueira/Proforme

O presidente da República, Jair Bolsonaro, definiu quem será o substituto de Celso de Mello no Supremo Tribunal Federal (STF). Em transmissão online na noite desta quinta-feira, 1º, o mandatário do país confirmou o nome que vinha sendo cogitado nos bastidores do poder ao decorrer dos últimos dias: Kassio Nunes.

-Publicidade-

Leia mais: “O Judiciário contra o bolso do cidadão”

A ser formalmente indicado para se tornar ministro do STF, Nunes é desembargador do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1). O órgão funciona com a segunda instância do Poder Judiciário, cuidando de casos relacionados ao Distrito Federal, todos os Estados do Norte, além de Mato Grosso, Goiás, Maranhão, Piauí, Bahia e Minas Gerais.

Escolha contestada

O nome de Kassio Nunes para o STF vem sendo alvo de contestações. Mais cedo, quando tal possibilidade ainda não tinha sido confirmada pelo presidente da República, internautas avaliaram que ele não representa o conservadorismo. Dessa forma, promoveram a hashtag #ConservadorNoSupremoJa no Twitter.

Colunista e conselheiro editorial da Revista Oeste, J. R. Guzzo lamentou o grupo que será atendido caso a indicação do desembargador fosse confirmada para o STF. “Só atende ao interesse pessoal dele mesmo, à ladroagem do Centrão, aos Toffolis, Gilmares, Lewandovskis & Cia., à esquerda em geral e aos inimigos da Lava Jato”, lamentou o jornalista.

Durante a live desta noite, Bolsonaro rebateu as críticas feitas a Nunes. Ele lembrou que o nome de seu indicado precisará ser aprovado pelo Senado Federal. O presidente aproveitou para lembrar que terá direito a fazer outra indicação ao STF no próximo ano. Para a próxima vaga, ele prometeu que será destinada “a alguém terrivelmente evangélico”.

Tubaína presidencial

Além de ser evangélico, o próximo indicado ao STF tem que adotar uma rotina peculiar, avisou o presidente da República. Em tom descontraído, Bolsonaro afirma que o postulante à vaga do Supremo será alguém que “toma tubaína” com ele. Esse foi, segundo o próprio mandatário do país, um dos motivos que fizeram Nunes ficar com a cadeira a ser disponibilizada ainda este mês.

MAIS: “Quando a turma indicada pelo PT deixará o STF?”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

8 comentários

  1. Que bola fora, que chute no sahcco. Covardão, arregão! Se quer indicar esse bhosta progressista só por medo de perder o mandato ou de não ter nada aprovado, cai fora então vacilão.

    1. A defesa de Bolsonaro não convenceu e é muito simples: APROVAÇÃO DE GILMAR MENDES, ALCOLUMBRE e RENNAN CALHEIROS? Respeite nossa inteligência, Bolso!!

  2. Nunca mais vou votar nessa vacilao de merda para mim esse bozo pode ir fazer companhia ao capeta o cara ja tinha feito uma grande merda com o Aras agora essa e de fuder com seus apoiadores nunca mais nem eu minha familias amigos vamos votar nesse traira

  3. Realmente uma decepção, como não tem mais jeito é esperar os acontecimentos e somar os erros e os acertos do governo até 2022 e daí saber se vale a pena votar novamente nele, até o momento tem mais acertos que erros , então meu voto permanece nele.

  4. Quando o indicado para o STF não gera reações adversas, no senado, na câmara e no no próprio STF é por que o nosso presidente de acomodou ao sistema e traiu quem confiou o voto a ele. Lamentável e decepcionante…

  5. Guzzo tem toda a razão (ver matéria acima). Acrescento que Bolsonaro só faz grossas besteiras na área jurídica. Exemplos? Sancionou a criação do monstrengo “juiz de garantias”, e indicou para a PGR Augusto Aras, que é um incompetente. Exemplos? Ele continua oficiando em Inquérito sobre o qual a PGR anterior, Raquel, já havia manifestado-se sobre o arquivamento. Onde a indivisibilidade e a unicidade do Ministério Público??? Outra: recentemente deu Parecer no sentido de a prerrogativa de apreciar reeleição dos Presidentes da Câmara e do Senado ser das próprias Casas Legislativas, mesmo, no caso, havendo expressa vedação constitucional. E agora, mais um oriundo da advocacia no STF, e que foi indicado pela Dilma para ser desembargador?? Esse mesmo cara que noticia-se votou contra a extradição do Cesare Battisti? E ainda o Presidente pede a bênção prévia do STF, da OAB, e do Congresso?? Assim ele vai afastando-se de quem o elegeu, pois está pisoteando nas suas bandeiras, ajoelhando-se para o Congresso e para o “supremo tribunal do fiasco” e da vergonha. Na Corte Maior (fora o Quinto Constitucional etc…), têm de ser juízes de carreira. Lamentável demais. O STF é hoje a Instituição mais odiada e desacreditada do País, e, quando o Presidente tem a oportunidade de começar a depurá-lo, faz uma coisa dessas? É um falastrão, boquirroto, e palrapatão. Vem desfazendo-se dos seus apoiadores das lideranças parlamentares, e substituindo-os por alinhados ao Centrão, a Maia, a Alcolumbre, ao STF e até ao comunista que preside a OAB. Tem coisa aí, hein? Tomara que os evangélicos larguem ele de mão. Indignação… Melhor seria ele renunciar logo e deixar o Mourão governar.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site