Bolsonaro determina redução do consumo de energia em órgãos do governo

Governo federal espera colaborar com as medidas decorrentes da atual crise energética
-Publicidade-
Vista aérea da Esplanada dos Ministérios | Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado
Vista aérea da Esplanada dos Ministérios | Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

O presidente Jair Bolsonaro editou nesta quarta-feira, 25, um decreto que determina a redução do consumo de energia elétrica na administração pública. A redução deve ser de 10% a 20% e valerá de setembro de 2021 a abril de 2022.

Segundo o Planalto, com a medida, o governo federal “espera reduzir o consumo de energia elétrica em seu âmbito interno, colaborando com as medidas decorrentes da atual crise energética”.

Leia mais: “Arthur Lira: ‘Oposição antecipou o debate de 2022′”

-Publicidade-

O decreto estabelece várias recomendações para diminuir o consumo, como redução de iluminação de corredores e garagens e dispositivos nas licitações para obter equipamentos de maior eficiência energética. A medida não vale para as estatais.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro