EXCLUSIVO: De olho em 2022, Bolsonaro deve se filiar ao Partido da Mulher Brasileira

Sigla só foi registrada no TSE em 2015 e é presidida hoje por Suêd Haidar
-Publicidade-
O presidente Jair Bolsonaro deve se filiar ao PMB
O presidente Jair Bolsonaro deve se filiar ao PMB | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Sem conseguir tirar o Aliança pelo Brasil do papel, o presidente Jair Bolsonaro deve disputar a eleição presidencial de 2022 pelo discreto Partido da Mulher Brasileira (PMB). A sigla, fundada em 2008, obteve o registro pelo Tribunal Superior Eleitoral só em 2015, e é presidida por Suêd Haidar. Na última eleição municipal, o PMB elegeu apenas 48 vereadores e uma única prefeita. Segundo fonte ouvida por Oeste, com o avanço da negociação a legenda deve receber nova roupagem: vai trocar de nome, de número e contará com Bolsonaro na presidência do partido. De casa nova, o chefe do Planalto tem planos para eleger senadores e deputados federais, e vai contar com a participação de deputados bolsonaristas do PSL, que deverão acompanhá-lo na nova sigla.

Leia também: “‘Onde tiver vacina para comprar, nós vamos comprar’, diz Bolsonaro”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site