Bolsonaro perde seguidores nas redes sociais pela primeira vez desde 2017

Após demissão de Sergio Moro, Bolsonaro vê sua popularidade digital cair, junto com a de seus filhos, e a de seu ex-ministro e seu vice crescerem.
-Publicidade-
Foto: Reprodução / Facebook
Foto: Reprodução / Facebook

Após demissão de Sergio Moro presidente vê sua popularidade digital cair e a de seu ex-ministro e seu vice crescerem

Foto: Reprodução / Facebook
-Publicidade-

Estudo realizado pelo Sistema Analítico Bites apontou, nesta sexta-feira, que o presidente Jair Bolsonaro perdeu seguidores em suas redes sociais pela primeira vez desde 2017, quando a empresa passou a acompanhá-lo.

No total, 41.996 perfis de Facebook, Twitter e Instagram deixaram de acompanhar as publicações do presidente após o agora ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro anunciar sua demissão e declarar que Bolsonaro queria trocar o diretor-geral da Polícia Federal para poder interferir em investigações da corporação.

As redes sociais dos filhos do presidente, Flávio, Carlos e Eduardo, também foram afetadas: juntos, os três perderam 44.431 seguidores nas três principais plataformas em que postam seus conteúdos.

Já para o ex-ministro Moro, o movimento foi inverso. Suas contas de Twitter e Instagram ganharam 160.248 novos fãs. E até mesmo o vice-presidente Hamilton Mourão se beneficiou do episódio: inflou seus números com mais 25 mil perfis e chegou a 1,5 milhão de seguidores no Twitter. Os agora opositores do presidente e governadores de São Paulo e Rio de Janeiro, João Doria e Wilson Witzel, surfaram na onda de impopularidade alheia e conquistaram 7 mil e 3 mil novos fãs, respectivamente.

Bolsonaro também enfrentou uma série de hashtags negativas, com 35% dos posts levando uma delas – 773 mil citações especificamente – durante todo o dia. Os bolsonaristas até ensaiaram uma reação, sem, entretanto, falar mal de Moro. Subiram 306 mil tweets apoiando o presidente. Ainda assim, não conseguiram diminuir o estrondo causado pelo apoio ao ex-juiz da Lava-Jato.

Por fim, o Google também apontou que as buscas por “impeachment” tiveram aumento nesta sexta-feira.

 

 

 

 

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

14 comentários

  1. Em contrapartida, a citação à hashtag #FechadoComBolsonaro caminha para 2 milhões de citações no twitter. Seria interessante mostrar isso também.

    1. A boa Oeste já começou também a manipular dados. Diz que o Mourão subiu 25 mil em 1,5 milhões e que o bolsonaro perdeu 42 mil sem citar que são quase 10 milhões de seguidores.

      1. Bolsonaro vai recuperar depois da pixotada do Moro sobre Carla Zambelli, coisa de moleque birrento,e mais , para recuperar a bobagem feita, só ficando longe da política e seus canalhas por muito tempo. Pena ter perdido a oportunidade de ter ido para o Supremo. Faria falta e a próxima oportunidade, se houver vai demorar muito.

      2. Modelo repetido, lançam um novo veículo de comunicação, aparentemente adotando uma postura mais séria e assim q atingem um determinado volume de acessos, seguidores, leitores, ou venda de assinaturas, começam a vagabundagem.

    2. Depois de todos nós termos ficado anestesiados com a canalhice de Moro, percebemos que tudo não passou de uma grande conspiracao para destruir o Governo de Jair Bolsonaro. Moro se mostrou um egoista e arrogante, ainda por cima com essa atitude POLITICA pode provocar a anulação da sentença do Molusco. Jogou sua biografia na latrina e o Brasil aos tubarões que outrora combateu. Lastima que o Brasil possui tantos apatridas.

  2. Ficou estranho esses nrs…geralmente quem segue Bolsonaro segue Moro tbm…Portanto, os 41.996 perdidos por Bolsonaro não foram para Moro pois já estavam lá..Agora, Moro aumentar 160.000 seguidores?? Quem foram? Esquerdistas?? Vixi, vai estar “bem acompanhado”…PS: Deixei de seguir Moro e continuo firme com Bolsonaro…

  3. Eu tenho nojo de quem ousar justificar o nascedouro de um novo Petrolão com a desculpa de governabilidade. Que governabilidade cara pálida? Gerenciamento de roubo? Isso é inadmissível. É melhor cair com dignidade do que ficar no governo pra nadar no mar de corrupção. Era só tentar voltar na próxima eleição. Ceder jamais! Deixo de seguir na hora. Meu apoio, meu engajamento a rede Bolsonarista, incluindo a mídia especializada, não tem mais. NOJO!

  4. Se Moro fez o que fez , pode ter sido ser cooptado para a Politica, se foi,começou muito mal, os eleitores não aceitam traidores e ou ingratos.Gratidão é uma das melhores qualidades de um ser humano.Poderia ter saído numa boa. Se ele vazou para a Globo ainda fica pior. Seria Um grande juiz e um mau gestor?Há mais trairas no Brasil do que possa sonhar nossa vã filosofia. Isso me faz lembrar uma recomendação de um Diretor aos Gestores da Empresa, ” Muito cuidado ao indicar alguém para gestão, você pode perder um ótimo funcionário e ganhar um péssimo chefe”.

  5. Concordo que seria ótimo citar que o Twitter #FechadoComBolsonaro teve mais de 2 milhões, e que o ex Ministro perdeu, talvez, muito mais seguidores do que o Presidente.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site