Bolsonaro sanciona crédito de R$ 944 mil para o TSE

Objetivo é divulgar o sistema de votação eletrônica no exterior
-Publicidade-
Jair Bolsonaro sancionou um projeto de lei que abre crédito para o TSE
Jair Bolsonaro sancionou um projeto de lei que abre crédito para o TSE | Foto: Antonio Molina/FotoArena/Estadão Conteúdo

O presidente Jair Bolsonaro sancionou nesta quinta-feira, 14, o projeto de lei que abre crédito especial de R$ 944,4 mil para o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). De acordo com a Secretaria-Geral da Presidência, a verba vai possibilitar a contribuição voluntária da Justiça Eleitoral com o Instituto Internacional para a Democracia e a Assistência Eleitoral (Idea). O objetivo é divulgar o sistema brasileiro de votação eletrônica no exterior.

Desse montante, R$ 397,8 mil irão para o Idea. O restante, R$ 546,6 mil, será usado no financiamento de atividades de observação de eleições. A quantia será viabilizada por meio do cancelamento e remanejamento de outras dotações orçamentárias, de maneira a não produzir novas despesas para o governo. Bolsonaro enviou a proposta ao Congresso em 12 de agosto. Deputados e senadores aprovaram o projeto na quinta-feira 7.

Leia também: “Bolsonaro: ‘Já tenho vontade de privatizar a Petrobras’”

-Publicidade-
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.