Câmara aprova projeto que permite criação de federações partidárias

Partidos poderão atuar como se fossem uma única agremiação
-Publicidade-
O deputado federal Silvio Costa Filho (Republicanos-PE) é o relator do projeto
O deputado federal Silvio Costa Filho (Republicanos-PE) é o relator do projeto | Foto: Divulgação/Câmara dos Deputados

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira, 12, por 304 votos a 119, um projeto que permite aos partidos políticos se unirem em federação partidária e atuarem de maneira uniforme em todo o país. A matéria, que já tem aval do Senado, segue para a sanção do presidente da República, Jair Bolsonaro.

Se entrar em vigor, a federação de partidos possibilitará a união de siglas com afinidade ideológica e programática. O texto determina que os partidos filiados às federações devem permanecer juntos por, pelo menos, quatro anos. Após registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a federação atuará como se fosse uma única agremiação partidária.

De acordo com a proposta, (1) a federação estará submetida às mesmas regras que regem o funcionamento parlamentar e a fidelidade partidária; (2) apesar da aliança, os partidos terão a identidade e a autonomia preservados; (3) só poderão se unir em federação os partidos que tiverem registro definitivo no TSE; (4) a federação poderá ser criada até a data final do período de realização das convenções partidárias; e (5) a aliança terá abrangência nacional.

-Publicidade-

Leia também: “Câmara barra voto preferencial e mantém 2° turno nas eleições”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

2 comentários

  1. Mais uma aberração a VISTA, se o governo Bolsonaro tivesse maioria absoluta nas casa a esquerda odiaria este projeto. Porém como somos minoria e mais um instrumento para se juntar toda a cambada podre num único canto. Precisa sim e acabar com coligações e voto de legenda e voto proporcional, voto duplo para esses ou aquelas. Para fazer política limpa e transparente não precisa nada disso. Jamais deveria existir o famigerado centrão onde os maiores pilantras se revezam. Tá na hora de passar o país a limpo. Para tudo funcionar bem e só respeitar os três pilares da democracia popular que é transparência honestidade e respeito. Deus no comando!!!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro