CCJ da Câmara aprova projeto que declara município mineiro ‘capital do rocambole’

Proposta é de autoria do deputado federal Aécio Neves (PSDB-MG)
-Publicidade-
O município de Lagoa Dourada foi escolhido como a capital do rocambole
O município de Lagoa Dourada foi escolhido como a capital do rocambole | Foto: Reprodução

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou, na quarta-feira 31, o Projeto de Lei (PL) 2.209/2021, que declara o município mineiro de Lagoa Dourada a Capital Nacional do Rocambole.

A proposta, do deputado federal Aécio Neves (PSDB-MG), teve aprovação do relator, deputado federal Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG). O texto, que já havia sido aprovado pela Comissão de Cultura, segue agora para o Senado — a menos que haja recurso e o projeto precise ser votado pelo plenário da Câmara.

Segundo Aécio, a produção leiteira de Lagoa Dourada, localizada a 150 quilômetros de Belo Horizonte, sempre forneceu matéria-prima para uma variedade de quitandas mineiras.

-Publicidade-

“Há cerca de 100 anos, graças às mãos habilidosas de Miguel Youssef, um descendente de libaneses, e de sua mulher, a lagoense Dolores de Mello, o pão de ló ganhou recheio de doce de leite, foi cuidadosamente enrolado e entrou para a história da gastronomia”, afirmou. “Inicialmente vendido apenas no bar do casal, o rocambole de Lagoa Dourada foi descoberto, na década de 1960, pelos viajantes que passavam pela cidade e ficou famoso. Hoje, são vários os estabelecimentos que preparam e servem a iguaria.”

Leis Absurdas do Brasil, além da capital do rocambole

Segundo o economista André Costa, autor do livro Leis Absurdas do Brasil (LVM Editora), existem 180 mil normas vigentes no país. “O Brasil já editou e publicou, desde a Constituição Federal de 1988, mais de 5,4 milhões de textos normativos”, afirmou. “São 769 normas por dia útil.” Ou seja, uma a cada dois minutos.

O economista divulga esses projetos absurdos nas redes sociais desde 2016. Por sugestão do cientista político Adriano Gianturco, professor do Ibmec, ele reuniu no livro os 51 mais esdrúxulos. Em entrevista concedida à Revista Oeste, Costa argumenta que a maioria dessas leis mistura desconhecimento econômico e má-fé.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

7 comentários Ver comentários

  1. Então é isso que nossos parlamentares andam fazendo? Qual a relevância disso para o Brasil, que bem faz? Por que não discutem e não votam alguns dos PLs engavetados? Revoltante! E nós, palhaços, é que pagamos essa palhaçada

  2. kkkkkkkk
    É o final prá essas duas figuras.
    Com as mídias sociais será muito difícil se reelegerem para manter o FORO PRIVILEGIADO.
    Aécio, votei em você no mínimo 3 X seu vagabundo!!!
    Hoje faço campanha aguerrida contra a sua permanência na política. Sua e do Pimentel.

  3. Seria melhor arranjar uma trouxa de roupas para lavar, do que gastar tanto dinheiro público para fazer isso. Um morto na política que enganou muita gente por muito tempo.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.